quinta-feira, 8 de dezembro de 2011

Exercicios sobre o Regime Militar no Brasil - Com gabarito

Questões de Vestibular: História - Brasil - DITADURA MILITAR NO BRASIL

Questão 1: (UEFS/BA) - Universidade Estadual de Feira de Santana -
A charge caracteriza:
A - a repressão do governo Collor às manifestações dos estudantes contra a corrupção governamental e pelo seu impeachment;
B - o medo da sociedade brasileira aos órgãos de repressão do regime ditatorial militar, que agiam indiscriminadamente e com excesso de autoritarismo nesse período;
C - a atuação exacerbada e ilegal do exército brasileiro no combate ao narcotráfico, no governo Fernando Henrique Cardoso, provocando a perda dos direitos individuais do cidadão;
D - a política do governo Dutra de preservação das liberdades individuais, políticas, ideológicas e partidária, associada à repressão às tentativas de golpe de caráter comunista;
E - a atuação do Departamento de Imprensa e Propaganda do período ditatorial de Vargas, que, ao estabelecer mecanismos de repressão política, tornou o governo extremamente impopular perante a sociedade.

Questão 2: (FTE/BA) - Faculdade de Tecnologia Empresarial -
Durante o governo militar, a economia brasileira sofreu modificações. Os setores de comunicação, de infra-estrutura, de transporte e de energia se modernizaram, mas a qualidade de vida de grande parte da população piorou.
A partir das informações e dos conhecimentos sobre o modelo econômico adotado e suas implicações, pode-se afirmar:
A - A população urbana aumentou, e esse fato é responsável pela violência nas cidades e pelo despovoamento do campo.
B - A produção para exportar passou a ser mais importante que produzir para o mercado interno.
C - Os subsídios fiscais para quem produzisse para o mercado interno aumentaram, mas o arrocho salarial inibiu o consumo, sendo necessária a interferência do governo para baratear o preço dos alimentos.
D - O capital estrangeiro especulativo ficou proibido de entrar e atuar no país, e esse fato provocou grande desemprego porque várias indústrias faliram.
E - O câmbio ficou fixo, a moeda brasileira se desvalorizou e o poder de compra do trabalhador diminuiu.

Questão 3: (Unibahia/BA) - Faculdades Integradas Ipitanga -
Geração Coca-Cola - Renato Russo
Quando nascemos fomos programados
A receber o que vocês nos empurraram
Com os enlatados dos USA, de 9 às 6
Desde pequenos nós comemos lixo
Comercial e industrial
Mas agora chegou nossa vez
Vamos cuspir de volta o lixo em cima de vocês
Somos os filhos da revolução
Somos burgueses sem religião
Nós somos o futuro da nação
Geração Coca-Cola
A composição “Geração Coca Cola”, criada nos anos 80, do século passado, caracterizava:
A - o comportamento alienado da juventude brasileira, que não tinha nenhum nível de preocupação político-social, o que se refletia no caráter descompromissado das composições do rock brasileiro dos anos 80;
B - o início da influência cultural norte-americana no Brasil e o desaparecimento da identidade da cultura nacional, acelerado com o surgimento, nos anos 80, da cultura de massa, com o advento da televisão;
C - a recusa da juventude à dominação imperialista estrangeira e a defesa da guerrilha armada, urbana e rural, na luta contra a ditadura militar e pela instalação do socialismo no Brasil;
D - a passividade da juventude brasileira, que se sentia incapaz de lutar contra o regime militar e contra a dominação cultural norte-americana, abdicando dos ideais revolucionários, aceitando, assim, os valores da sociedade de consumo;
E - a insatisfação de uma parcela da juventude com o regime militar e a dependência econômica brasileira, paralela à imposição de valores pela indústria cultural estrangeira, buscando estabelecer um processo de massificação e alienação política no Brasil.
Questão 4: (UNAMA/PA) - Universidade da Amazônia -
O governo militar, implantado no Brasil em 1964, tinha, entre suas metas, planos de desenvolvimento para a Amazônia, utilizando uma estratégia de ocupação dos espaços vazios da referida região. Sobre essa ação, é correto dizer que:
A - logo após o golpe de 64, o comandante militar do movimento assumiu o governo brasileiro e decretou a realização da reforma agrária na Amazônia, com a distribuição de lotes de 100 hectares pelas famílias camponesas da região;
B - durante o governo de Emílio Médici, objetivando diminuir as tensões sociais no campo, nas regiões Sul, Sudeste e Nordeste, foram deslocados milhares de camponeses para a Amazônia, situando-os em lotes, ao longo da Transamazônica;
C - foi iniciada no início da década de 70, quando assumiu o governo Ernesto Geisel, no período do "milagre econômico brasileiro", o que possibilitou a este governo estimular a implantação de projetos agropecuários na Amazônia oriental e sua colonização;
D - houve um grande estímulo para o deslocamento de famílias camponesas de várias regiões do país e do exterior, principalmente do Japão, pois o foco era implementar a agricultura comercial de exportação.

Questão 5: (UFES) - Universidade Federal do Espírito Santo -
A política energética brasileira adotada no século XX constitui uma nítida expressão histórica do papel do Estado como agente econômico. Das afirmativas abaixo, a que confirma essa proposição é:
A - Sob o governo de Geisel, foram instituídos acordos entre o Brasil e a Alemanha Ocidental para a construção de oito usinas nucleares em solo brasileiro a fim de gerar e comercializar energia elétrica e permitir o controle sobre o ciclo do combustível nuclear.
B - A separação entre solo e subsolo, instituída na Constituição de 1934 sob o governo de Vargas, foi o mais importante resultado da campanha “O petróleo é nosso”.
C - Diante do aumento do preço do petróleo sob o monopólio dos países árabes em início dos anos 70, o Estado brasileiro instituiu os Projetos Jari e Carajás como estratégia de autodefesa do país contra a dependência externa do petróleo.
D - O Programa Nacional do Álcool (Proálcool) foi criado em 1979, no governo Figueiredo, para conter os gastos com a importação de petróleo.
E - Durante a Guerra Fria, Juscelino Kubitschek criou, por meio de acordo assinado com a Alemanha Ocidental, o Conselho Nacional de Energia Nuclear com vistas a atenuar a dependência brasileira do petróleo.

Questão 6: (EMESCAM/ES) - Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória -
No período em que o Brasil foi dirigido por governos militares, a decretação do AI 5 (Ato Institucional n 5) representou um “endurecimento” do regime militar instalado em 1964, que pode ser explicado pela(s):
A - Ação dos grupos de oposição, que trocaram a luta armada pela oposição parlamentar ao regime.
B - Crise decorrente do impedimento do Presidente Costa e Silva.
C - Crescentes manifestações oposicionistas de líderes políticos, estudantes e intelectuais contra o regime.
D - Crise econômica resultante do esgotamento do “milagre brasileiro”.
E - Inquietação dos militares favoráveis a redemocratização.

Questão 7: (UFAM) - Universidade Federal do Amazonas -
Embora a tendência a um contínuo fechamento político já estivesse presente nas ações governamentais desde o golpe militar de 1964, que acontecimento foi usado como argumento legitimador para a adoção do Ato Adicional número 5, em 1968?
A - O discurso do deputado Márcio Moreira Alves, no Congresso Nacional, criticando o Regime Militar.
B - A marcha da “Família com Deus pela Liberdade’’, que reuniu milhares de pessoas em São Paulo.
C - A realização, na clandestinidade, do Congresso da União Nacional dos Estudantes (UNE) em Ibiúna.
D - O discurso a favor das ligas camponesas e da reforma agrária feito por Francisco Julião, na Central do Brasil, no Rio de Janeiro.
E - O seqüestro do embaixador norte-americano por grupos de militantes que parti-cipavam da esquerda armada.

Questão 8: (UDESC) - Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina -
Com o golpe militar no Brasil, em março de 1964, as liberdades individuais foram cerceadas e instalou-se um regime ditatorial. Sobre esse período, podemos afirmar:
I – O golpe militar de 1964 teve grande participação da população, que temia o ataque nazi-fascista.
II – Durante o período da ditadura militar foram criadas organizações clandestinas de resistência à ordem estabelecida, a exemplo do MR8 e da VPR.
III – As ditaduras militares instaladas nos países do Cone Sul – Argentina, Brasil, Chile, Uruguai, Paraguai – foram em larga medida estimuladas pelo governo norte-americano, com a justificativa de deter os avanços do comunismo.
IV – No período de 1964 a 1980, as liberdades individuais foram pouco afetadas, já que a maioria da população não compactuava com o regime.
V – No Brasil, os comitês de busca dos desaparecidos políticos do regime militar denunciavam as torturas e buscavam o reconhecimento de vítimas.
Assinale a alternativa correta:
A - Somente as afirmativas II, III e V são verdadeiras.
B - Somente as afirmativas I, II e V são verdadeiras.
C - Somente as afirmativas I, III e IV são verdadeiras.
D - Somente as afirmativas II, IV e V são verdadeiras.
E - Todas as afirmativas são verdadeiras.

Questão 9: (UFSC/SC) - Universidade Federal de Santa Catarina -
NOSSA HISTÓRIA. São Paulo: a 2, n. 19, maio 2005. A charge acima refere-se ao período de 1980 no Brasil. Sobre ele, é correto afirmar que:
1 - foi um período de grande recessão provocada, entre outros fatores, pelo pagamento dos juros da dívida externa;
2 - o movimento “Diretas Já!”, ocorrido nos anos 80, reivindicava o restabelecimento das eleições diretas para presidente da República;
4 - as reivindicações do movimento “Diretas Já!” foram atendidas em 1984, com a aprovação da emenda Dante de Oliveira;
8 - em 1985 foi escolhido o primeiro presidente civil após 20 anos de governo militar. Tancredo Neves governou o país por quatro anos, sem maiores incidentes;
16 - os anos 80 foram marcados por vários planos econômicos, que obtiveram como resultados o fim da inflação e o pagamento da dívida externa;
32 - a Constituição de 1988 estabeleceu várias conquistas no âmbito social, entre elas, a consagração do regime democrático e a defesa dos direitos civis.
SOMATÓRIA (____)

Questão 10: (ACAFE/SC) - Associação Catarinense das Fundações Educacionais -
Sobre a “Novembrada”, movimento popular de contestação e resistência ao regime militar que ocorreu em Florianópolis em 1979, todas as alternativas estão corretas, exceto a:
A - O movimento foi transformado em um filme de nome “Novembrada”, do cineasta Eduardo Paredes, que detalhou os eventos daquele conturbado período.
B - Durante a visita de Figueiredo a Florianópolis, estudantes e trabalhadores se manifestaram contra ele. O protesto acabou em confronto com o presidente, alguns ministros, seguranças e manifestantes, numa das principais ruas da capital catarinense.
C - Após o incidente, várias pessoas foram identificadas e presas. Dias após, ocorreu outro movimento contra a prisão dos manifestantes, que também terminou em violento confronto com manifestantes e unidades da Polícia Militar e do Exército.
D - O governador de Santa Catarina durante esse período do regime militar era o atual senador Jorge Konder Bornhausen.
E - Iniciou com um protesto contra a privatização de empresas brasileiras pelo governo do presidente João Baptista de Figueiredo.

Questão 11: (UFMT) - Universidade Federal de Mato Grosso -
“A Lei Complementar N.º 31, de 11 de outubro de 1977, dividiu em duas faixas territoriais o antigo Mato Grosso: criou o estado de Mato Grosso do Sul e conservou o norte do antigo território com a denominação histórica de Mato Grosso.”SIQUEIRA, E. M. História de Mato Grosso. Cuiabá: Entrelinhas, 2002. Sobre a divisão do então estado de Mato Grosso, assinale a afirmativa correta:
A - Deveu-se à organização de um amplo movimento de massas de cunho político que pleiteava, já no início dos anos 70, a emancipação da região sul do estado.
B - Deveu-se à campanha levada a cabo pelos sul mato-grossenses Pedro Pedrossian e José Fragelli, ex-governadores do antigo Mato Grosso.
C - Aconteceu durante o mandato do Governador José Garcia Neto e o primeiro governador do atual estado de Mato Grosso foi o engenheiro Frederico Carlos Soares de Campos.
D - Contou com o apoio dos políticos tradicionais de Cuiabá que não desejavam abrir mão de sua participação privilegiada na ocupação de cargos dos poderes Legislativo e Executivo estaduais.
E - Ocorreu de maneira democrática, consensual e mediante consulta popular via sufrágio, momento em que a maioria dos cidadãos do antigo estado optou pela divisão.

Questão 12: (UNIRIO/RJ) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro -
“A incompleta e relativamente precária democratização dos regimes políticos latino-americanos veio acompanhada de uma reabertura do debate sobre o significado atual da democracia.Poucas vezes poderia um tema como este ter sido mais oportuno em um continente que – como mais de uma vez havia recordado Agustín Cueva – em seus quase dois séculos de vida independente não conheceu uma única revolução burguesa que tivesse culminado na instauração de um regime democrático estável. Houve revoluções burguesas, é certo: no México 1910-1917, na Guatemala em 1944, na Bolívia em 1952 (...).Mas nenhuma concluiu a tarefa pendente, estabelecendo um regime democrático: sua preocupação, ao contrário, foi consolidar o funcionamento do modo de produção capitalista, não introduzir a democracia burguesa. Sua meta e seu objetivo era o capitalismo, não a democracia.”BORÒN, Atílio. A sociedade civil depois do dilúvio neoliberal. In: Pós-Neoliberalismo: as políticas sociais e o estado democrático. Rio de Janeiro: Paz e Terra, 1995, p. 63/64.A partir da análise do texto acima, tendo como base o Estado brasileiro, pode-se afirmar em relação ao Brasil, que:
A - 1964, pode ser analisado como um processo burguês que não garantiu a democracia, mas, sim, o capitalismo;
B - diversos são os movimentos que podem ser analisados dentro dessa perspectiva proposta, destacando-se a Revolução Praieira;
C - toda tentativa burguesa, como as revoluções de 1922 e 1930, desencadeou uma luta interna que culminou em uma falência democrática;
D - não só no momento republicano, mas também no período Imperial, podemos destacar as revoluções regenciais como um exemplo do caso descrito acima;
E - o período da “Nova República”, identificado no governo Collor, foi a época em que o funcionalismo capitalista teve sua consolidação garantida.

Questão 13: (UFRGS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul -
Observe os cartuns e o texto abaixo:
Correio da Manhã, 23 jun. 1968. In: Nosso Século. São Paulo: Abril Cultural, 1986, v. 10, p. 35.Com relação ao contexto histórico e às informações contidas nos cartuns e no texto acima, considere as seguintes afirmações. O diálogo com os partidos de orientação marxista foi uma característica da ditadura brasileira até a imposição do AI-5, quando, efetivamente, a censura e a repressão começaram a ser implementadas. Durante o ano de 1968, a rearticulação e o crescimento do movimento estudantil se transformaram, na percepção dos setores que controlavam o poder, numa série ameaça ao seu projeto de continuidade. A informação sobre o tempo, citada pelo Jornal do Brasil, indicava a existência de novos ventos e de uma temperatura insuportável, o que era uma clara alusão ao início de uma política de distensão entre o governo e a oposição.Quais estão corretas?
A - Apenas I.
B - Apenas II.
C - Apenas III.
D - Apenas I e II.
E - Apenas II e III.

Questão 14: (UEM/PR) - Universidade Estadual de Maringá -
O Brasil viveu, entre os anos de 1964 e 1985, um período autoritário em que o país foi governado pelos militares. A respeito do regime militar, assinale a alternativa incorreta.
A - Durante o governo do General Castelo Branco, com o objetivo de equilibrar as contas da União, o Brasil decretou, unilateralmente, moratória, suspendendo por quatro anos o pagamento da dívida externa.
B - Durante o regime militar, três focos guerrilheiros foram criados no Brasil: na serra de Caparaó, em minas Gerais; no vale do Ribeira, em São Paulo; e no Araguaia, no Pará.
C - Uma das medidas adotadas pelo regime militar foi o rompimento das relações diplomáticas com Cuba.
D - A repressão durante o regime militar teve seu período mais acentuado entre 1968 e 1977.
E - O Brasil viveu, entre os anos de 1968 e 1973, um acentuado crescimento econômico que ficou conhecido como “o milagre brasileiro”.

Questão 15: (UFPR) - Universidade Federal do Paraná -
Sobre a conjuntura do golpe militar no Brasil, nos anos sessenta, assinale a alternativa incorreta.
A - Apesar da diversidade econômica e política, setorial e regional, predominava no país um forte apoio às políticas de reforma de base do governo Goulart, em especial a reforma agrária.
B - Predominava internacionalmente a tensão ideológica da Guerra Fria e um surto de modernização e expansão forçada da economia capitalista.
C - O golpe militar de 1964 foi motivado pela instabilidade do governo João Goulart, caracterizada pelo esgotamento do modelo nacional-popular de desenvolvimento e de conciliação social e política.
D - A estrutura representativa e democrática, em especial a partidária, apresentava-se fragilizada.
E - Havia pressão dos setores trabalhistas organizados, no campo (ligas camponesas) e na cidade.

Questão 16: (UFPR) - Universidade Federal do Paraná -
Me dê um beijo, meu amor
Eles estão nos esperando
Os automóveis ardem em chamas
Derrubar as prateleiras
As estantes, as estátuas
As vidraças, louças, livros, sim
Eu digo sim
Eu digo não ao não
Eu digo
É proibido proibir
É proibido proibir
VELOSO, Caetano. III Festival Internacional da canção, 1969.O trecho da letra da canção acima é um exemplo da atitude dos jovens nos anos sessenta do século XX, que pretendiam se insurgir contra os valores estabelecidos. Sobre o assunto, considere as seguintes manifestações:
I. A criação de partidos socialistas em todo o bloco ocidental.
II. A crítica intransigente à moral burguesa e às convenções estabelecidas pelas instituições religiosas.
III. O rock’n roll, um ritmo musical que se inspirou nas canções dos norte-americanos de origem africana.
IV. O movimento hippie, que defendia, principalmente nos Estados Unidos, causas pacifistas.
Foram expressões políticas e culturais elaboradas nesse período as manifestações discriminadas em:
A - I, III e IV apenas.
B - I e III apenas.
C - II, III e IV apenas.
D - I, II, III e IV.
E - III e IV apenas.

Questão 17: (UFJF/MG) - Universidade Federal de Juiz de Fora -
A citação abaixo refere-se a um momento de crise política no Brasil.“A crescente radicalização política do movimento popular e dos trabalhadores pressionando o executivo (...) levou o conjunto das classes dominantes e setores das classes médias – apoiados e estimulados por agências governamentais norte-americanas – a condenar o governo (...). A derrubada do governo contou com a participação decisiva das forças armadas, as quais (...) impuseram ao país uma nova ordem político-institucional, com características crescentemente militarizadas.”TOLEDO, C. N. – Cientista Político Após ler a citação, indique a que acontecimento o autor se refere:
A - Deposição do presidente Washington Luís, na Revolução de 1930.
B - Deposição do presidente Getúlio Vargas, em 1945.
C - Suicídio do presidente Getúlio Vargas, em agosto de 1954.
D - Queda do presidente João Goulart, por ocasião do Golpe de 1964.
E - Impeachment do presidente Fernando Collor, pelo Congresso Nacional, em 1992.

Questão 18: (UNIMONTES/MG) - Universidade Estadual de Montes Claros -
Sobre os órgãos de informação e repressão, existentes no Brasil durante o regime militar (SNI, CENIMAR, DOI-CODI, entre outros), é incorreto afirmar que:
A - foram criados por João Baptista Figueiredo, com base no AI-5, para controlar a presença de agentes norte-americanos defensores dos direitos humanos;
B - o DOI-CODI se tornou um espaço de tortura e eliminação de cidadãos classificados como terroristas ou comunistas, por manifestarem oposição ao governo;
C - interferiram em várias áreas da sociedade brasileira, agindo, inclusive, com violência contra movimentos estudantis e operários;
D - o SNI atuava com uma certa margem de autonomia, confrontando-se, às vezes, com o Executivo, o Legislativo, o Judiciário e até com as Forças Armadas.

Questão 19: (PUC-MG) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais -
Nos idos de 1967, o general Costa e Silva assume o poder. Apesar da tensão política presente naquele momento, uma Frente Ampla é constituída e se apresenta como um órgão:
A - parlamentar, integrado por deputados adesistas, que formam a base de sustentação do governo;
B - extraparlamentar, constituído por políticos tradicionais que defendem o retorno à ordem democrática;
C - institucional, organizado por governadores dos Estados favoráveis à nova ordem política estabelecida;
D - eclesial, estabelecido pela alta cúpula da Igreja Católica, que, sob os acordes do rosário em família, apóia a luta anticomunista.

Questão 20: (UFMG) - Universidade Federal de Minas Gerais -
Leia este trecho de reportagem:Às 11h34 deste 15 de janeiro, explode o grito parado no ar durante 21 anos [...]. A multidão se abraça e chora, ergue os braços e pula, rompe os cordões de isolamento, atravessa as rampas proibidas e escala a cúpula do Senado, agitando faixas e bandeiras. Trio elétrico, bumba-meu-boi, charanga do Atlético Mineiro, samba, frevo e maracatu, bandeiras do Brasil, do Corinthians, dos partidos comunistas, do PMDB, do Flamengo, gente moça e velha, de terno ou de calção, cantando e dançando, um homem grita: “A liberdade chegou” [...].Um último susto: o carro de bombeiros liga a sirene, mas é só para poder levar uma jovem que desmaiou de alegria, primeira vítima da democracia nascente.KOTSCHO, Ricardo. Folha de S.Paulo.Considerando-se as informações desse trecho, é correto afirmar que faz referência à:
A - posse de Fernando Collor de Mello, presidente eleito pelo voto direto, como sucessor do general João Batista Figueiredo;
B - aprovação da Emenda Danta de Oliveira, que previa eleições diretas após o término do Governo Geisel, pelo Congresso Nacional;
C - vitória de Luís Inácio Lula da Silva para o cargo de Presidente da República, na sua terceira tentativa de conquistar o poder;
D - eleição por via indireta, no Colégio Eleitoral, de um presidente civil, que colocava um fim no regime militar.

Questão 21: (PUC-MG) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais -
“Temperatura sufocante. O ar está irrespirável. O país está sendo varrido por fortes ventos. Máxima: 38o, em Brasília: Mínima 5o nas Laranjeiras.”Jornal do Brasil, 14/12/1968. Previsão do tempoO trecho é uma alusão clara à turbulência provocada pela:
A - vitória da oposição, que, capitaneada pelo MDB, mobiliza o País em prol da redemocratização;
B - denúncia à sociedade sobre os atos de crueldade que ocorrem nos porões da ditadura;
C - edição do novo Ato Institucional e ao rígido controle por ele exercido sobre o País;
D - disputa pela sigla PTB, que faz da antiga liderança do partido uma ameaça à ordem estabelecida.

Questão 22: (UECE) - Universidade Estadual do Ceará -
“Depois de acompanhar o fechamento político do regime militar que culminou com a consolidação do Estado de Segurança Nacional (...) as esquerdas, que tiveram, com o golpe, bloqueado o seu acesso às classes populares, passaram a produzir o seu consumo. Cultura e Política andaram, assim, juntas nesse período.”Fonte: PAES, Maria Helena Simões. A década de 1960: rebeldia, contestação e repressão política. São Paulo. Editora Ática, 1992, p. 57/58 No que diz respeito à produção intelectual, política e cultural desse período, pode-se afirmar corretamente:
A - A produção da grande maioria dos intelectuais de esquerda passou por uma revisão que culminou com a opção pela direita, com o apoio à ditadura militar.
B - Na produção cultural engajada, o teatro foi um dos primeiros setores a apoiar o governo militar, recompondo sua atuação política em moldes conservadores.
C - No campo da música, a Bossa Nova e a Tropicália fizeram coro com a ditadura ao participar dos Grandes Festivais organizados pelo Governo.
D - Uma das saídas para os impasses gerados pela ditadura foi a chamada imprensa alternativa, que inaugurou um jornalismo diferente da grande imprensa.

Questão 23: (UNIFOR/CE) - Universidade de Fortaleza -
Analise o trecho da música de Chico Buarque e a ilustração que seguem:
“Hoje você é quem manda
falou, tá falado
não tem discussão
A minha gente hoje anda
falando de lado
e olhando pro chão (...)
Apesar de você
amanhã há de ser
outro dia (...)
(Chico Buarque)
Referem-se a um período da história republicana do Brasil:
A - Regime militar, instalado, aparentemente, para combater a corrupção e o comunismo, pretensamente restaurando a democracia, e que governou através de Atos Institucionais.
B - Estado Novo, instalado pelo Presidente Getúlio Vargas, com o fechamento do Congresso Nacional e leis de exceção.
C - Reformas de base, defendidas por João Goulart, para que a população tivesse acesso à saúde, educação e moradia.
D - Integralismo, movimento fascista que combatia o capitalismo financeiro e pretendia que o Estado controlasse a economia. Seu lema era Deus, Pátria e Família.
E - República Velha, dominada pelos cafeicultores paulistas que faziam uma política de proteção à produção e comercialização do café.

Questão 24: (MACKENZIE/SP) - Universidade Presbiteriana Mackenzie -
Os resultados da discussão e votação da emenda Dante de Oliveira colocam um desafio à imaginação política: o povo foi derrotado? Ocorreu uma imensa mobilização política, os estratos mais firmes e decididos das massas populares saíram às ruas e tomaram conta da praça pública, um frêmito de esperança percorreu todo o Brasil, para nada? Ora, é preciso que se convenha, em troca de uma "derrota parlamentar" ganhamos um exército pronto para o combate político e, pela primeira vez em vinte anos, a ditadura não só foi virada pelo avesso, [mas também] posta no pelourinho e desafiada por milhões de cidadãos conscientes e dispostos a tudo.Florestan Fernandes, Folha de S.Paulo, 03/05/1984.Assinale o fato da história política recente do Brasil a que se refere o trecho dado:
A - Campanha pela eleição direta para presidente da República, com a aproximação do fim do mandato do general Figueiredo.
B - Mobilização popular pela aprovação da Lei da Anistia, "ampla e irrestrita" a todos os presos e exilados políticos da Ditadura Militar pós-1964.
C - Lançamento, pela Aliança Democrática, da candidatura de Tancredo Neves, que venceria no ano seguinte a eleição no Colégio Eleitoral.
D - Proposta, defendida pelo MDB, de convocação de uma Assembléia Nacional Constituinte, recusada pela ditadura, mas que se reuniria, finalmente, em 1988.
E - Assinatura da Carta de Intenções, pelo presidente Figueiredo, ratificando com o Fundo Monetário Internacional a política de austeridade fiscal e controle da inflação.

Questão 25: (MACKENZIE/SP) - Universidade Presbiteriana Mackenzie -
A respeito do "milagre econômico" do governo Médici (1969-1974), são feitas as afirmações seguintes:
I. O "milagre" representou um período de altas taxas de crescimento do PIB (de até 14%), com avanços extraordinários na indústria, na agricultura e no comércio.
II. A política econômica baseou-se, simultaneamente, na concessão de subsídios e incentivos fiscais às indústrias e na imposição do arrocho salarial aos trabalhadores.
III. Os avanços econômicos conduziram o Brasil à situação de oitava economia mundial, condição amplamente utilizada como propaganda pelo regime militar.
Assinale:
A - se apenas I é correta;
B - se apenas II é correta;
C - se apenas III é correta;
D - se apenas I e II são corretas;
E - se I, II e III são corretas.

Questão 26: (FSSS) - Faculdade Santíssimo Sacramento/ BA -
Apesar dos inúmeros rumores que corriam sobre a preparação da conspiração, as forças nacionalistas e de esquerda foram surpreendidas. Sem esquema militar de defesa e divididos internamente, não esboçaram reação, à exceção de tentativas isoladas e românticas de dirigentes sindicais e estudantes no Rio e no Rio Grande do Sul. Na manhã de 1º. de abril, Goulart seguia para Brasília, partindo à noite para Porto Alegre [...]. Neste mesmo dia, com o Presidente Constitucional ainda no País, o presidente do Senado, Auro de Moura Andrade, declarava vago o cargo, nomeando para ocupálo o Presidente da Câmara dos Deputados, Ranieri Mazzilli. ALENCAR, 1992, p. 306 Esse fragmento, alusivo à história da República brasileira do século XX, remete ao contexto em que se registrou.
A - o movimento militar que colocou no poder o General Lott, em 1954;
B - a campanha pelo "Não" durante o plebiscito de 1963;
C - a deposição de Getúlio Vargas, em 1945;
D - a renúncia de Jânio Quadros, em 1961;
E - o Golpe Militar de 1964.

Questão 27: (ACAFE/SC) - Associação Catarinense das Fundações Educacionais -
“Nos vinte anos dos governos militares (1964-1984), o Brasil entrou em um ciclo de modernização econômica. Com a abundância de crédito internacional, aprofundou o endividamento externo. O modelo começou a ruir em 1973, com a crise do petróleo e a situação agravou-se com a explosão dos juros nos Estados Unidos e na Europa.”Revista Veja, 31 de março de 2004. Sobre esse período ligam-se inúmeros fatos, tanto de reflexos positivos, quanto negativos, no cenário político brasileiro. A alternativa não coerente com esse período é:
A - Implantou-se a Companhia Siderúrgica Nacional que deu impulso à indústria automobilística e de máquinas industriais.
B - Foram gastos milhões de dólares em projetos como a Transamazônica, a usina nuclear de Angra dos Reis e a Ferrovia do Aço.
C - O Brasil e o Paraguai assinaram tratado para a construção da Usina de Itaipu, a maior hidrelétrica do mundo.
D - Pela primeira vez na história do Brasil, no início da década de 80, a inflação rompeu a barreira dos três dígitos.
E - A industrialização se completou em setores nos quais o Brasil era totalmente dependente de importações, como a petroquímica, papel, celulose e alumínio.

Questão 28: (UFMG) - Universidade Federal de Minas Gerais -
Considerando-se a atuação dos partidos políticos no Brasil entre 1964 e 1984, é incorreto afirmar que:
A - o Movimento Democrático Brasileiro (MDB) foi uma frente de oposição desde sua criação, nos anos 60, até os anos mais duros do Regime Militar, o que lhe rendeu perseguições e rígido controle;
B - o Partido da Social Democracia Brasileira (PSDB) foi criado, no fim dos anos 70, como opção para setores médios ansiosos pelo alinhamento à nova ordem mundial, capitaneada pelo FMI e pelo neoliberalismo;
C - o Partido Trabalhista Brasileiro (PTB), criado no início dos anos 80, teve sua legenda disputada por diferentes seguidores de Vargas, mas, na prática, revelou-se distante do trabalhismo histórico;
D - a Aliança Renovadora Nacional (ARENA), criada nos anos 60, foi um dos principais esteios do Regime Militar, sustentando até atos que atentavam contra a liberdade do próprio Parlamento.

Questão 29: (PUC-MG) - Pontifícia Universidade Católica de Minas Gerais -
A partir da análise da charge publicada na década de setenta e da sua contextualização histórica, assinale a opção que melhor expresse o espírito da charge:
A - A “teoria do crescimento do bolo” partia do princípio de que a superação das profundas desigualdades sociais existentes era pré-requisito para o desenvolvimento.
B - O modelo de desenvolvimento adotado no Brasil durante o regime militar resultou em uma real melhoria na qualidade de vida da população mais carente.
C - Nas falaciosas estatísticas oficiais divulgadas pelo governo, os graves problemas econômicos e sociais pareciam estar sendo definitivamente solucionados.
D - Os burocratas dos governos militares elaboraram estratégias que asseguraram um crescimento econômico auto-sustentável de caráter notadamente nacionalista.

Questão 30: (UFV/MG) - Universidade Federal de Viçosa -
Leia o texto abaixo: Estaríamos, brasileiros, ameaçando o regime se nos mostrássemos surdos aos reclamos que, de Norte a Sul, de Leste a Oeste, levantam o seu grande clamor pelas reformas de base e estrutura, sobretudo pela reforma agrária, que será o complemento da abolição do cativeiro de dezenas de milhões de brasileiros, que vegetam no interior, em revoltantes condições de miséria. Discurso do Presidente João Goulart, Comício da Central do Brasil, 13 de março de 1964. In: SILVA, Hélio. 1964: Golpe ou Contragolpe? Rio de Janeiro: Civilização Brasileira, 1975. p. 457. Com base no texto anterior e nos seus conhecimentos sobre os fatores que contribuíram para o Golpe Militar de 31 de março de 1964, assinale a afirmativa incorreta:
A - O Golpe Militar tinha como causa fundamental as profundas transformações que se haviam operado na economia e na sociedade brasileiras, conhecidas como “milagre brasileiro”, alterando as relações de forças entre os grupos sociais.
B - O governo João Goulart aproximou-se de forças populares e nacionalistas, como a Confederação Geral dos Trabalhadores (CGT), as Ligas Camponesas e o Movimento Estudantil, mas tinha uma base de sustentação parlamentar muito frágil.
C - Militares e grupos civis de direita já haviam ameaçado a legalidade democrática em três tentativas anteriores de golpe: nos eventos que levaram ao suicídio de Vargas, na tentativa de impedimento da posse de Juscelino Kubitschek e na crise da renúncia de Jânio Quadros.
D - O programa nacionalista de João Goulart, com a regulamentação das remessas de lucros das empresas estrangeiras e as “reformas de base”, especialmente a reforma agrária, trazia descontentamento aos setores conservadores do empresariado e das elites agrárias.
E - A conjuntura da Guerra Fria, especialmente o momento seguinte à Revolução Cubana e à crise dos mísseis de 1962, intensificou a hostilidade dos Estados Unidos a governos nacionalistas e populistas na América Latina.

Questão 31: (UFMS) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul -
Na época do Regime Militar, em especial entre 1968 e 1981, a Música Popular Brasileira (MPB) esteve sob suspeita de subversão e acabou sofrendo o impacto da repressão e do controle do estado autoritário sobre os artistas. Isso era feito pelos serviços de vigilância política que atuavam de acordo com os manuais da Doutrina de Segurança Nacional. Sobre esse assunto, é correto afirmar que:
1 - Chico Buarque, Geraldo Vandré, Edu Lobo, Nara Leão, Vinícius de Morais, Milton Nascimento, Gonzaguinha, Ivan Lins, Elis Regina e Gilberto Gil foram alguns dos artistas perseguidos durante a ditadura militar;
2 - os festivais da canção, da década de 1960, foram das raras ocasiões em que artistas e estudantes puderam se reunir com liberdade, sem medo de represálias, manifestando publicamente suas idéias e opiniões a respeito do regime de exceção em voga;
4 - Caetano Veloso, expoente do Tropicalismo musical, devido às suas críticas em relação à arte engajada de esquerda, foi visto pelo próprio público de esquerda como “alienado” e, paradoxalmente, declarado pelos de órgãos informação do Regime Militar como “aliado da Revolução de 31/03/1964”;
8 - a partir de 1960, artistas e eventos ligados à MPB, siglas que, desde meados da década de 1960, congregava a música de matriz nacional-popular, passaram a incorporar outras matrizes culturais, como a pop, declaradamente crítica ao Regime Militar;
16 - no âmbito dos serviços de vigilância e repressão, o Departamento de Ordem Política e Social (DOPS) teve papel destacado na vigilância anticomunista feita entre espaços, instituições e personalidades ligados à cultura, especialmente no campo das artes, da educação e do jornalismo.
SOMATÓRIA (_____)

Questão 32: (UFRGS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul -
Assinale com V (verdadeiro) ou F (falso) as afirmações abaixo, referentes ao período do Regime Militar brasileiro:
( ) Diferentemente de outras ditaduras de Segurança Nacional do Cone Sul, no Brasil não ocorreram casos de desaparecimento de pessoas.
( ) Após vinte anos de regime militar, constatou-se a existência de maior concentração de renda, maior desigualdade social e considerável crescimento do endividamento externo.
( ) A tortura foi um instrumento da política repressiva, estando presente nos “porões” da ditadura.
( ) O favorecimento às empresas multinacionais inviabilizou o desenvolvimento de setores estatais considerados estratégicos, como a indústria armamentista e o setor petrolífero.
( ) “Brasil grande potência”, “Ninguém segura este país”, “Pra frente Brasil” e “Brasil, ame-o ou deixe-o” foram exemplos de manifestações ufanistas da propaganda oficial do regime.
A seqüência correta de preenchimento dos parênteses, de cima para baixo, é:
A - F – V – V – F – V.
B - V – V – F – V – V.
C - F – V – V – V – F.
D - V – F – V – F – V.
E - F – F – F – V – F.

Questão 33: (ULBRA/RS) - Universidade Luterana do Brasil -
Uma política de privatizações que estabelecia regras para o ensino pago e o conjunto dos acordos denominado MEC/USAID, assim como o abandono da LDB de 1961, junte-se a isso a movimentação contrária à Ditadura Militar estabelecida em 1964. Este quadro articulou, efetivamente, algumas ações do movimento estudantil brasileiro que teve maior repercussão em 1968 através:
A - da Campanha das Diretas Já;
B - da Constituinte Escolar;
C - dos Anos Rebeldes;
D - do movimento dos Caras Pintadas;
E - da Passeata dos 100 mil.

Questão 34: (UFC) - Universidade Federal do Ceará –
O “Governo dos Coronéis”, que dominou a política cearense na década de 1970 e nos primeiros anos da década de 1980, caracteriza-se:
A - por ser um governo que representou a continuidade das práticas efetivadas pelas velhas oligarquias cearenses no poder;
B - pelas práticas populares que marcaram a administração dos coronéis que estiveram no poder durante o regime militar;
C - por ser uma administração entregue a governantes de formação militar, afirmando a força do governo central, marcada pela tecnocracia;
D - pelo controle da política local por um segmento empresarial ligado à indústria e ao capital financeiro;
E - pela expansão do clientelismo, mas com a introdução de uma nova forma de fazer política, estimulando o pluripartidarismo.

Questão 35: (UNIFOR/CE) - Universidade de Fortaleza -
Observe o cartaz da década de 1940:
Retrato do Brasil. São Paulo: Política, 1984. p. 408. As mudanças no atual mundo do trabalho e da produção suscitam à discussão sobre possíveis alterações na CLT – Consolidação das Leis do Trabalho. Uma interpretação do cartaz confirma:
A - o esforço propagandístico do governo de Vargas em mostrar as conquistas trabalhistas como fruto da generosidade do presidente;
B - o reconhecimento do governo Vargas pelas lutas e reivindicações das organizações dos trabalhadores do setor secundário da economia;
C - o grau de comprometimento do governo Vargas com as confederações trabalhistas e sindicatos de viés anarco-sindicalista;
D - a preocupação dos publicitários em desvincular a imagem do presidente Vargas das idéias corporativo-fascistas na questão do trabalho;
E - o grau de distanciamento do governo Vargas das práticas populistas e trabalhistas desenvolvidas na América Latina nesse período.

Questão 36: (UFC) - Universidade Federal do Ceará -
O golpe militar em 1964 foi acompanhado por alterações na organização política do Brasil, como a cassação de direitos políticos, o fechamento de partidos e a censura. A partir de 1969, iniciou-se um período conhecido como “milagre” econômico brasileiro, em que predominaram os investimentos em bens de consumo duráveis, a exportação de manufaturados e a abertura do mercado ao capital estrangeiro. Foi também característica deste modelo econômico:
A - a criação da Companhia Siderúrgica Nacional;
B - o investimento de capitais nas pequenas indústrias;
C - a redução dos salários dos trabalhadores menos qualificados;
D - a extinção do Sistema Financeiro da Habitação;
E - a criação da SUDENE.

Questão 37: (UFPE) - Universidade Federal de Pernambuco -
No Brasil, a luta pelas eleições diretas para presidente da República, na época do governo de João Figueiredo, foi um momento de muita participação dos cidadãos, em comícios e manifestações de rua. Essa luta foi marcada por certas alianças políticas que queriam ampliar o poder do voto popular. No contexto histórico das lutas pelas “Diretas”, se observou:
A - a não-participação dos partidos políticos de esquerda e, inclusive, a ausência, nas manifestações de rua, do Partido dos Trabalhadores;
B - uma participação expressiva de lideranças do PMDB, interessadas na ampliação das liberdades democráticas;
C - uma ausência total dos meios de comunicação, na divulgação política do movimento, temendo a repressão oficial;
D - a falta de maiores manifestações nas grandes cidades brasileiras, sendo um movimento restrito às forças ligadas ao PMDB;
E - uma derrota política das forças renovadoras, devido à desistência do Congresso de votar a emenda do deputado Dante de Oliveira.

Questão 38: (UNIRIO/RJ) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro –
(UNI-RIO – RJ) –A charge critica a posição do governo em instituir os senadores biônicos e faz referência à situação econômica do Brasil.Com relação ao período da ditadura militar no Brasil, podemos afirmar que:
A - Sem dúvida a adoção de 1/3 do senado eleito indiretamente representa um avanço político muito grande, pois permite a participação popular nas eleições e o aumento dos populares nas questões econômicas.
B - Apesar de a charge fazer referência aos senadores biônicos, esses nunca chegaram a existir de fato, pois o pacote de abril nunca foi posto em prática e a economia não sofria alterações.
C - Os senadores biônicos foram, apenas, um símbolo usado pela esquerda para criticar o governo e sua política eleitoral e a crise do petróleo já demonstrava suas conseqüências no Brasil.
D - A recusa do MDB em aprovar o projeto de reforma jurídica resultou no fechamento do congresso e na emissão do Pacote de Abril e a crise do “milagre brasileiro”.
E - A referência aos senadores biônicos foi só uma expressão do artista e uma crítica ao desperdício de capital do estado, pois, com o acordo espacial, a crise econômica não existia de fato.

Questão 39: (MACKENZIE/SP) - Universidade Presbiteriana Mackenzie -
Considere as características abaixo, relativas ao regime que se iniciou com o Golpe de Estado ocorrido entre 31 de março e 1.º de abril de 1964 no Brasil.
I. Ruptura da normalidade institucional, com a intervenção direta dos militares no estabelecimento e no funcionamento dos três poderes básicos (Executivo, Legislativo e Judiciário) e a conseqüente eliminação do Estado de Direito.
II. Imposição de restrições e, até, bloqueio completo da participação do conjunto da população no processo político.
III. Opção por uma forma capitalista de desenvolvimento, com dupla conseqüência: afastamento de todas as manifestações que pudessem ser aproximadas do socialismo e aceitação do papel hegemônico dos Estados Unidos, a principal potência capitalista.
Então:
A - somente I está correta;
B - somente I e II estão corretas;
C - somente I e III estão corretas;
D - somente II e III estão corretas;
E - I, II e III estão corretas.

Questão 40: (UNIFEI/MG) - Universidade Federal de Itajubá -
Em seu livro “A Ditadura Envergonhada”, Elio Gaspari conta sobre o final do ano de 1968: “Apesar do refluxo das agitações estudantis, algo de errado estava acontecendo com o sentimento da sociedade brasileira em relação aos militares. Confundidos com a natureza ditatorial do regime e com o desgaste do governo, os oficiais sentiam-se inibidos de vestir a farda fora dos quartéis (...). No final de setembro encerrou-se no Maracanãzinho mais um dos gloriosos festivais da canção da época. Num país onde as manifestações culturais de massa se limitavam a novelas de televisão e partidas de futebol, esses festivais reuniram a mais talentosa geração de compositores que o Brasil já tivera. (...) Duas canções disputavam a final. Uma era “Sabiá”, de Antonio Carlos Jobim e Chico Buarque de Hollanda. (...) A outra era “Caminhando”, de Geraldo Vandré. Musicalmente banal, quase uma guarânia, impressionava pela letra emocional, verdadeiro hino político, poético na sua raiva, falava de “soldados armados sem razão”. Sua força estava no refrão:
Vem, vamos embora, que esperar não é saber.
Quem sabe faz a hora, não espera acontecer.
(...) “Sabiá” derrotou “Caminhando”, mas Tom Jobim mal conseguiu tocá-la. A arquibancada vaiou-o por 23 minutos. Talvez tenha sido a mais longa das vaias ouvidas nos auditórios do país. Não era a Tom que se apupava, muito menos ao júri (...). A vaia era contra a ditadura, e aquela seria a última manifestação vocalista das multidões brasileiras. Passariam uma década em silêncio, não gritando mais que gol”.
O que Gaspari mostra como sendo duas mudanças no comportamento da sociedade brasileira são:
A - O orgulho militar e a força das massas como forma de manifestação contra a ditadura militar.
B - A inibição dos militares (oficiais) em usar a farda fora dos quartéis e a força da manifestação cultural de massa no Festival da Canção, que depois foi calada por uma década.
C - A vergonha dos militares em usar a farda e a alegria dos jovens em cantar “Sabiá”, de Tom Jobim e Chico Buarque de Hollanda.
D - A repressão da oficialidade sobre cabos e sargentos e o coro de vozes que acompanhou o refrão de “Caminhando”, de Geraldo Vandré, no Festival de Canção.

Questão 41: (FTC/BA) - Faculdade de Tecnologia e Ciências -
Entre os mecanismos utilizados pelo regime implantado em 1964, para garantir a sua manutenção, destaca-se:
A - O controle da estrutura partidária.
B - A descentralização do poder federal.
C - A manutenção da liberdade sindical.
D - O alto investimento no ensino universitário.
E - O conjunto de restrições à penetração do capital estrangeiro.

Questão 42: (UFC) - Universidade Federal do Ceará -
O Golpe Militar em 1964 foi acompanhado por alterações na organização política do Brasil, como a cassação de direitos políticos, o fechamento de partidos e a censura. A partir de 1969, iniciou-se um período conhecido como “milagre” econômico brasileiro, em que predominaram os investimentos em bens de consumo duráveis, a exportação de manufaturados e a abertura do mercado ao capital estrangeiro. Foi também característica deste modelo econômico:
A - a criação da Companhia Siderúrgica Nacional;
B - o investimento de capitais nas pequenas indústrias;
C - a redução dos salários dos trabalhadores menos qualificados;
D - a extinção do Sistema Financeiro da Habitação.

Questão 43: (UFPR) - Universidade Federal do Paraná -
Leia o texto abaixo:"Sob o lema ‘segurança e desenvolvimento’, Médici dá início, em 30 de outubro de 1969, ao governo que representará o período mais absoluto da repressão, violência e supressão das liberdades civis de nossa história republicana (...). De outro lado, o país vive a fase do ‘milagre econômico’, dos projetos de impacto e das obras faraônicas (...) num clima de ufanismo insuflado pela propaganda oficial, com a imprensa amordaçada pela censura." (ARQUICIOCESE de São Paulo. Brasil: nunca mais. 12. ed. Petrópolis: Vozes, 1985. p. 63.) Sobre esse período, é correto afirmar:
1 - O lema "segurança e desenvolvimento" correspondia aos ideais da chamada Doutrina de Segurança Nacional, que não poupava atitudes autoritárias para controlar a sociedade civil e a opinião pública, evitando qualquer crítica ao sistema político e econômico.
2 - O governo Médici beneficiou-se do Ato Institucional n.º 5, promulgado no fim de 1968, que decretava um conjunto de medidas de controle político e social na nação brasileira, visando a impedir o crescimento da oposição de esquerda ao regime militar implantado em 1964.
4 - Apesar da propaganda oficial do regime militar, a ARENA, partido que representava formalmente o governo, sofreu uma drástica derrota nas eleições de 1970 e 1972, o que levou ao fechamento do Congresso.
8 - Apesar de seu caráter autoritário, o governo Médici contou com o apoio de setores da população, devido, em boa medida, à propaganda nacionalista e ao crescimento econômico.
16 - A imprensa ufanista defendia a supressão das liberdades civis em nome do lema "Brasil, ame-o ou deixe-o".
SOMATÓRIA (_____)

Questão 44: (UEM/PR) - Universidade Estadual de Maringá -
Em 1964, o Brasil sofreu um golpe militar que deu início a um regime autoritário que se manteve no poder até 1985, quando o general João Batista Figueiredo foi sucedido pelo civil José Sarney. A respeito do regime militar de 1964, assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

1 - Os militares dissolveram os parlamentos e convocaram eleições livres pata todos os postos deixados vagos pelos políticos cassados.
2 - Os militares, assim que assumiram o poder no Brasil, a partir de 1964, encarregaram-se de tomar medidas de força para combater todos os movimentos que colocassem em risco a ordem capitalista vigente.
4 - Os militares traíram o povo brasileiro, pois prometeram restaurar a ordem e livrar o Brasil dos comunistas; no entanto, passaram a apoiar os comunistas, os socialistas e os movimentos populares de caráter socializante.
8 - O regime militar estabelecido com o Golpe de 1964 contou com o apoio de toda a sociedade, inclusive dos artistas e dos intelectuais, conduzindo o país a mais de 20 anos sem contestação ao modelo estabelecido.
16 - O governo do general Castelo Branco, além de restringir as liberdades políticas das pessoas, encarregou-se de dotar o país de uma política econômica austera, para conter a inflação que beirava a casa dos 100% ao ano.
SOMATÓRIA (_____)

Questão 45: (UEL/PR) - Universidade Estadual de Londrina -
"Caminhando contra o vento / Sem lenço sem documento / No sol de quase dezembro / Eu vou / [...] Por entre fotos e nomes / Sem livro e sem fuzil / Sem fome sem telefone / No coração do Brasil / Ela nem sabe até pensei / Em cantar na televisão / O sol é tão bonito / Eu vou / Sem lenço sem documento / nada no bolso ou nas mãos / Eu quero seguir vivendo amor." (Caetano Veloso, Música "Alegria Alegria".) Com base na letra da canção e nos conhecimentos sobre o tropicalismo, é correto afirmar:
A - Ao criticar a sociedade por meio da construção poética, a canção questiona determinada concepção de esquerda dos anos 60.
B - A letra da canção mostra que os tropicalistas usavam a arte como instrumento para a tomada do poder.
C - Ao valorizar a aproximação com a mídia, os tropicalistas colocaram num plano secundário a qualidade estética de suas canções.
D - Para o tropicalismo, as transformações sociais precedem as mudanças ocorridas no plano subjetivo.
E - A letra da canção enfatiza temas sociais e revela o engajamento do autor na resistência política armada.

Questão 46: (UFMS) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul -
No contexto da Guerra Fria, o ideólogo do regime militar defendia a ocupação estratégica do território nacional de forma a estimular o desenvolvimento capitalista. As regiões de fronteira com outros países, como era o caso do sul de Mato Grosso, não poderiam ficar desguarnecidas, à mercê de ataques subversivos, enfatizava ele. Tais ameaças poderiam ser evitadas se o território fosse ocupado. (...) Os estudos geopoliticos dos governos militares tinham nova feição: a concepção de segurança nacional. (BITTAR, M. Série Calendário da Cidadania/MS). Sob a égide desta estratégia que é editado no Brasil o:
A - Plano Nacional para o Desenvolvimento do Centro-Oeste.
B - II Plano Nacional de Desenvolvimento;
C - I Plano Nacional de Desenvolvimento;
D - Plano Nacional de Desenvolvimento de Mato Grosso;
E - II Plano Nacional de Desenvolvimento do Centro-Oeste.

Questão 47: (UFMS) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul -
Sobre o período da história do Brasil, que ficou conhecido como Brasil da Abertura, é correto afirmar que:
1 - nessa época, instalou-se, no Rio de Janeiro, o Comitê Brasileiro pela Anistia, com a participação de diversos segmentos sociais;
2 - foi decretada a abertura política, pois, naquele momento, o Brasil estava saindo do regime ditatorial implantado por Getúlio Vargas;
4 - Getúlio Vargas, novamente na Presidência da República, instituiu o Estado Novo, porém com características democráticas;
8 - o Brasil da Abertura tinha, como característica, a defesa do processo de democratização do País sob o controle dos últimos militares que estiveram no poder;
16 - realizou-se, em São Paulo, em 1978, o I Congresso Nacional pela Anistia, e foi aprovada uma Carta de Princípios por uma anistia ampla, geral e irrestrita.
SOMATÓRIA (_____)

Questão 48: (UFMS) - Universidade Federal de Mato Grosso do Sul -
Aponte qual(is) da(s) alternativa(s) abaixo está(ão) correta(s):
1 - Com a morte de Getúlio Vargas, chegou também ao seu final a crise política, social e econômica do Brasil e os grupos liberais, vinculados à UDN, empenham-se no sentido de garantir a posse de Juscelino Kubitschek.
2 - O Marechal Texeira Lott, por meio de um golpe, impediu, com apoio dos militares, a posse de Juscelino Kubitschek.
4 - Durante o governo Kubitschek, o Brasil passou por uma fase de aceleração de sua economia. No entanto, não foi um período tranqüilo, pois as desigualdades regionais, o alto custo de vida e a inflação crescente geraram as condições para o início de um período de sérios problemas sociais.
8 - No governo de Juscelino Kubitschek, o Brasil passou por uma fase de aceleração de sua economia, com total estabilidade da moeda e baixo custo de vida, gerando, assim, um considerável equilíbrio social.
16 - O golpe civil-militar de 1964, registrado no discurso de Castelo Branco como Revolução de Março, marcou o início do período de “reconstrução
nacional” e impôs uma estrutura de poder concentrada no Legislativo e no Judiciário.
SOMATÓRIA (_____)

Questão 49: (EMESCAM/ES) - Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória -
O movimento popular conhecido como “Diretas Já” – marcou o fim do governo de:
A - Costa e Silva;
B - Ernesto Geisel;
C - João Figueiredo;
D - João Goulart;
E - José Sarney.

Questão 50: (UNIRIO/RJ) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro -
Relacionando o cartaz da divulgação da campanha salarial do Sindicato dos Metalúrgicos de São Bernardo e Diadema de 1982 e a história política do Brasil,
pode-se afirmar que:
I. a história do movimento operário no Brasil tem sua origem com a industrialização e o movimento migratório do .nal do século XIX;
II. houve períodos históricos em que o movimento operário ficou sob a tutela do Estado, como, por exemplo, o período parlamentarista de Juscelino Kubitschek;
III. a greve foi um instrumento de luta operária que se iniciou, no Brasil, sob orientação da Igreja;
IV. o cartaz nos possibilita compreender a importância política do movimento sindical no final da década de 70 que deu origem a novos líderes sindicais e polí-ticos.
Estão corretas as afirmativas:
A - II e IV
B - I e III
C - I e IV
D - I e II
E - II e III

Questão 51: (UFF/RJ) - Universidade Federal Fluminense -
Uma das principais características do mundo rural brasileiro no pós-1964 consistiu na chamada “modernização da agricultura”. Essa modernização derivou dos créditos fartos e baratos oferecidos pelo governo aos grandes proprietários e empresários agrícolas, que deram origem aos complexos agroindustriais (CAIs). Dentre as conseqüências desse processo, destacam-se:
I. o aumento da concentração da propriedade da terra no país, com a expulsão dos pequenos produtores;
II. a desconcentração fundiária, mediante a multiplicação da pequena propriedade;
III. o crescente desaparecimento de colonos e moradores, substituídos, no campo, pelos bóias-frias;
IV. o aprofundamento da desigualdade entre campo e cidade, mediante a difusão dos valores próprios ao mundo rural;
V. a expropriação em massa de trabalhadores rurais, que passaram a engrossar o processo de favelização nas cidades;
VI. o surgimento do MST, dirigido pelos líderes das Ligas Camponesas, em fins da década de 60.
As afirmativas que estão corretas são as indicadas por:
A - I - II – IV
B - I – III – V
C - II – III – IV
D - II – IV – VI
E - III – V – VI

Questão 52: (UERJ) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro -
Foi então que estreou no teatro Municipal de São Paulo a peça clássica Electra, tendo comparecido ao local alguns agentes do DOPS para prender Sófocles, autor da peça e acusado de subversão, mas já fale-cido em 406 a.C.
A minissaia era lançada no Rio e execrada em Belo Horizonte, onde o delegado de Costumes declarava aos jornais que prenderia o costureiro francês Pierre Cardin, caso aparecesse na capital mineira (...) Toda essa cocorocada iria influenciar um deputado estadual de lá (...) que fez discurso na câmara sobre o tema: “Ninguém levantará a saia da mulher mineira”. (HOLLANDA, Heloisa Buarque de & GONÇALVES, Marcos Augusto. Cultura e participação política nos anos 60. São Paulo: Brasiliense, 1999.) Os trechos acima, retirados do livro de Stanislaw Ponte Preta, FEBEAPÁ – Festival de besteira que assola o país, satirizam uma situação que se tornou comum no Brasil, no pós-1964. Esta situação está corretamente apontada na aliança entre:
A - Estado e setores das classes médias, pelo ufanismo patriótico e controle de opinião;
B - intelectuais e consumidores, pela defesa dos valores da pátria e contra a alienação cultural;
C - militantes de esquerda e igreja católica, contra o processo de modernização e a “bolchevização” do país;
D - classe artística e universidades públicas, pela moralidade e desenvolvimento de atividades culturais.

Questão 53: (UNEMAT/MT) - Universidade do Estado de Mato Grosso -
Entre 1964 e 1985, o Brasil passou por um regime de governo autoritário que ocasionou alterações de ordem política, social, econômica e cultural em todos os níveis da população. Sobre esse tempo, julgue os itens a seguir:
A - Os movimentos artístico-culturais, assim como as organizações sindicais e estudantis foram duramente perseguidos porque defendiam uma revisão constitucional ampla e uma política externa homogênea.
B - Ignorando os preceitos constitucionais vigentes, os governos militares estabeleceram os Atos Institucionais e os Decretos–leis como instrumentos oficiais para tornarem legais as decisões governamentais.
C - O “milagre econômico” (década de 1970) assim foi chamado porque o desenvolvimento da economia brasileira alcançou índices satisfatórios, nos quais estavam incluídos a distribuição equitativa da renda nacional e a melhoria do bem-estar social em todos os níveis da população.
D - As Ligas Camponesas (nos campos) e o movimento estudantil (nas cidades) representaram os focos de resistência mais evidentes contra o regime militar, por isso as punições sofridas por estes militantes estavam embasadas na Doutrina de Segurança Nacional.
E - Diferentemente do Varguismo, em que a organização sindical era tutelada pelo Estado, no final dos governos militares, os trabalhadores aparecem organizados em sindicatos e participam das cenas políticas nacionais de forma autônoma e independente.

Questão 54: (UFMT) - Universidade Federal de Mato Grosso -
Em 31 de março de 1964, um golpe de Estado, de caráter militar, depôs o presidente João Goulart. Seguiram-se praticamente duas décadas de ditadura militar no Brasil, com restrições políticas variadas. Sobre esse contexto histórico, pode-se afirmar:
A - A queda de João Goulart já estava prevista, haja vista que seu objetivo era transformar o Brasil num país comunista.
B - O Golpe Militar no Brasil foi planejado e financiado pelo governo dos Estados Unidos, que estava interessado em conter o avanço comunista na América Latina.
C - A população brasileira, pela sua tradição democrática, negou-se a apoiar ou aprovar a atitude dos militares, tendo boicotado os sucessivos governos militares que dirigiram o país.
D - Durante toda a ditadura, eleições diretas para os governos estaduais foram respeitadas e o Congresso Nacional manteve-se em funcionamento.
E - O Golpe Militar no Brasil contou com a participação de civis, contudo o movimento foi conduzido diretamente pelos militares.

Questão 55: (UFPE) - Universidade Federal de Pernambuco -
Sobre a produção cultural brasileira no século XX, analise as afirmativas abaixo.
1) A produção cinematográfica conseguiu projeção internacional com os filmes dirigidos por Glauber Rocha, Nélson Pereira dos Santos, Walter Salles, entre outros.
2) Na segunda metade do século XX, os festivais da música popular brasileira contribuíram para renovar o meio artístico, destacando-se compositores como Geraldo Vandré, Chico Buarque de Holanda e Caetano Veloso.
3) O surgimento da bossa nova trouxe novas perspectivas para a música brasileira, na década de 50, com a atuação destacada de Tom Jobim, Vinícius de Morais, João Gilberto, entre outros.
4) A atuação da televisão ampliou o mercado de trabalho para os artistas e ajudou na massificação da produção cultural.
5) Na década de 60, o movimento tropicalista renovou a produção musical da época e contribuiu para se repensar a identidade nacional.
Estão corretas:
A - 1, 2, 3, 4 e 5
B - 2, 3, 4 e 5 apenas
C - 4 apenas
D - 3 e 5 apenas
E - 1 e 4 apenas

Questão 56: (UNICAP/PE) - Universidade Católica de Pernambuco -
Destituído o presidente constitucional João Goulat, pelo golpe militar de 1964, os três ministros militares assumem o poder, baixando o AI-I, em 9 de abril de 1964, estabelecendo? Assinale as alternativas corretas:
A - a suspensão dos partidos políticos em vigor no Brasil;
B - a eleição indireta do presidente da República;
C - a concessão de anistia relativa a crimes políticos;.
D - a suspensão, por seis meses, das garantias constitucionais
E - a autorização para que o presidente pudesse cassar mandatos e suspender direitos políticos por dez anos.

Questão 57: (UDESC) - Fundação Universidade do Estado de Santa Catarina -
Depois do golpe militar de 1964, o Brasil viu-se mergulhado numa ditadura que durou mais de 20 anos. Um marco político da resistência popular daqueles anos, em Santa Catarina, foi a chamada “Novembrada”, ocorrida em 1970.
Sobre esse evento, é correto afirmar:
A - Foi uma mobilização contra a ditadura militar e a favor do Presidente que estava propondo a abertura política e a redemocratização.
B - Por ocasião da visita do Presidente, a população protestou contra o governo do Estado, que estava homenageando os prisioneiros da Operação Barriga Verde.
C - Foi um protesto ocorrido em Florianópolis, durante a visita do presidente João Figueiredo, organizado pelo movimento estudantil.
D - O protesto restringiu-se às lideranças estudantis, já que a população catarinense manifestava-se em favor do “Presidente da conciliação”.
E - O protesto popular ocorreu no contexto da chamada campanha das “Diretas já!”.

Questão 58: (UFSC/SC) - Universidade Federal de Santa Catarina -
Assinale a(s) proposição(ões) verdadeira(s) referente(s) a acontecimentos históricos ocorridos entre 1960 e 1985:
1 - A Marcha da Família com Deus pela Liberdade reuniu aproximadamente 500 mil pessoas que saíram às ruas de São Paulo manifestando-se contra o governo de João Goulart (Jango).
2 - Em resposta às manifestação operarias e estudantis, o presidente Costa e Silva decretou o Ato Institucional n.º 5 e ordenou o fechamento do Congresso Nacional.
4 - A eleição de Tancredo Neves para a presidência da República, em 1985, marcou o fim do regime militar. Ao concluir seu mandato, Tancredo Neves promulgou a Constituição Cidadã.
8 - Parte da população descontente com a atuação dos presidentes militares organizou passeatas, bem como guerrilhas rurais e urbanas.
16 - Foi fundado o Partido dos Trabalhadores, um dos símbolos do movimento operário do Brasil, com a participação do líder Luiz Inácio Lula da Silva.
SOMATÓRIA (_____)

Questão 59: (UFRGS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul -
01 Era setembro. O ano era ainda 1968. Me inscrevi num
02 curso sobre a Inconfidência Mineira. O professor fazia
03 um paralelo entre os Inconfidentes, em 1789, nas Minas
04 Gerais, e o que estava acontecendo conosco em 1968,
05 em São Paulo, no Brasil... Lá, naquela época, lutavam
06 pela independência, pra deixarmos de ser colônia de
07 Portugal. Nós, gritando, contra os acordos MEC/Usaid,
08 contra o imperialismo americano que nos sufoca, não
09 aceitando ser ainda uma colônia dos Estados Unidos...
10 Lá, em 1789, eles se indignavam contra a miséria em
11 que o povo vivia, nas ricas terras de Minas, onde o ouro e
12 os diamantes abundavam e eram inteira e imediatamen-
13 te mandados pra Portugal. Nada por lá ficava...Como
14 nós ainda víamos e vivíamos em 1968. Não com pedras
15 preciosas, mas com os minérios... nossa riqueza indo
16 embora. Nosso povo vivendo e morrendo na maior misé-
17 ria. Ainda...
ABRAMOVICH, F. As voltas do meu coração. São Paulo: Atual, s. d. (adapt.). Partindo-se da comparação, no texto, entre a Inconfidência Mineira e a manifestação contra o Regime Militar, instaurado no Brasil em 1964, é correto afirmar que:
A - os conflitos que marcaram ambas as épocas, de correntes dos interesses políticos tanto do gover no república no de Minas Gerais, quanto aqueles dos militares brasileiros, são concretizados no texto pelo uso recorrente de termos como "lá" e "ainda";
B - a luta árdua e sofrida em prol da liberda de do povo escravo – a qual era a mejada não só pelos Inconfidentes, no século XVII, mas também pelos brasileiros que se opunham ao Governo Militar, em 1968 –, é recuperada, no texto, através das formas nominais "gritando" (l.7), "vivendo" e "mor rendo" (l.16);
C - as similaridades entre os acontecimentos históricos referidos no texto são estruturadas por meio de recursos lingüísticos, como o emprego do advérbio "lá" (l. 05, l.10 e l.13), o uso de expressões como "lutavam pela independência" (l.5-6), dos termos "nós, gritando, contra [...] o imperialismo americano" (l.7-8), do nexo "como" (l.14), entre outros recursos;
D - a expressão "ser colônia de", presente duas vezes no texto (l.06 e l.09) evidencia o caráter conformista dos mineiros e paulistas, que, através de jornais e revistas – em ambos os períodos –, relatavam abertamente as torturas, prisões e mortes levadas a cabo pelos governantes;
E - a desesperança do povo brasileiro, em virtude do jugo imposto pelos países do Velho Mundo – explicitados no texto, é metaforicamente representada pela expressão "nos sa riqueza indo embora" (l.15-16).

Questão 60: (UFRGS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul -
Com relação ao Regime Militar brasileiro, relacione as características políticas e econômicas de cada governo, expressas no bloco inferior, com o respectivo presidente, constante no bloco superior:
1 – Emílio Médici
2 – João Figueiredo
3 – Ernesto Geisel
4 – Castelo Branco
5 – Costa e Silva
( ) alinhamento com os EUA e recessão econômica
( ) crise econômica e abertura política
( ) repressão política e "milagre econômico"
( ) divergência com os EUA e projetos estratégicos
A seqüência correta de preenchimento dos parênteses,
de cima para baixo, é:

A - (A) 4 – 2 – 3 – 1.
B - (B) 4 – 2 – 1 – 3.
C - (C) 3 – 2 – 4 – 1.
D - (D) 5 – 4 – 1 – 3.
E - (E) 3 – 1 – 5 – 2.

Questão 61: (PUC-RS) - Pontifícia Universidade Católica do Rio Grande do Sul -
A organização da chamada Frente Ampla de Oposição (1966), por iniciativa de Carlos Lacerda, após o golpe de 1964, deveu-se ao fato de que, naquele contexto, o regime militar brasileiro:
A - combatia com excessiva violência a oposição armada nos grandes centros urbanos;
B - implantava uma política econômica contrária aos interesses do empresariado industrial;
C - afastava do exercício direto do poder lideranças civis que haviam apoiado o golpe de Estado;
D - censurava de forma indiscriminada a produção artístico-cultural;
E - anulava direitos trabalhistas, como o Fundo de Garantia por Tempo de Serviço.

Questão 62: (PUC-RIO) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro -
A música, como produção cultural de ampla circulação entre diversos segmentos sociais, é muitas vezes apropriada por dirigentes governamentais como instrumento de divulgação de valores e idéias do regime vigente. As alternativas abaixo reproduzem trechos de músicas brasileiras. Assinale a alternativa que NÃO apresenta idéias valorizadas e apropriadas pela propaganda e pela censura política do Governo Médici (1969-1974):
A - "90 milhões em ação, prá frente Brasil do meu coração...".
B - "Eu te amo, meu Brasil, eu te amo. Meu coração é verde, amarelo, branco, azul anil... Ninguém segura a juventude do Brasil".
C - "Este é um país que vai prá frente... De uma gente alegre e tão contente..."
D - "Apesar de você, amanhã há de ser outro dia..."
E - "Moro num país tropical, abençoado por Deus e bonito por natureza."

Questão 63: (FAVIC/BA) - Faculdade Visconde de Cairú -
– Renascimento do movimento operário através das greves do ABCD paulista
– Assinatura da Lei de Anistia
– Criação do Partido dos Trabalhadores
– Eleição direta para governadores
– Eleições indiretas para presidente com apenas dois candidatos
Os fatos citados em destaque espelham momentos da história brasileira e representam ações:
A - permitidas pelo governo Vargas na sua fase ditatorial, com o objetivo de agradar ao povo;
B - reveladoras da abertura democrática que ocorreu no governo do presidente Emílio Médici;
C - indicativas da reação da sociedade civil contra o regime de ditadura imposto pelos militares;
D - empreendidas por Getúlio Vargas para se manter no poder, após a vitória dos aliados em 1945, atendendo imposições dos Estados Unidos;
E - ocorridas no governo de Fernando Collor, com a intenção de impressionar a opinião pública e impedir investigações das denúncias de corrupção.

Questão 64: (UNIFACS/BA) - Universidade Salvador -
(...) Nas décadas de 60 e 70 [do século XX] houve um grande processo de militarização na América Central e na América do Sul amplamente apoiado pelos EUA. Tal processo foi marcado por golpes de Estado violentos, cassações de direitos políticos, fechamento dos Congressos e suspensão de garantias constitucionais, tortura e execução de opositores aos governos ditatoriais. (...) No Brasil, entre 1968 e 1975, os militares implantaram um projeto desenvolvimentista, baseado na criação de imensas obras públicas com o fim de integrar o território e de garantir sua segurança, arrocharam salários e facilitaram a penetração do capital estrangeiro. (Macedo & Oliveira, p. 165) Com base na leitura do texto e nos conhecimentos sobre a urbanização e a estrutura política, econômica e social do Brasil, nas décadas de 60 e 70 do século XX, pode-se afirmar:
I. A urbanização se processou homogeneamente, já que o país, na década de 60, implantou um modelo de industrialização clássica.
II. O governo militar caracterizou-se por uma política econômica centrada na exportação de produtos primários e na consolidação das indústrias de bens de consumo duráveis.
III. O governo Médici, ao contestar as medidas do chamado "milagre econômico", possibilitou uma melhor distribuição de renda no país.
IV. A favela distingue-se de outros espaços de moradia das cidades pelo caráter ilegal de apropriação do solo, o que contribui para uma ocupação densa e desordenada.
V. Os governos militares mantiveram-se no poder, apesar das disputas ideológicas, dos movimentos de resistência ao regime e da implantação do AI-5.
Assinale a alternativa que indica as preposições verdadeiras:
A - Apenas as afirmativas I, III e IV são verdadeiras.
B - Apenas as afirmativas II, III e V são verdadeiras.
C - Apenas as afirmativas II, IV e V são verdadeiras.
D - Apenas as afirmativas I, III, IV e V são verdadeiras.
E - Todas as afirmativas são verdadeiras.

Questão 65: (EMESCAM/ES) - Escola Superior de Ciências da Santa Casa de Misericórdia de Vitória -
O violento e arbitrário Ato Institucional nº. 5 (AI – 5)
I. Dava ao Presidente poderes para fechar o Congresso Nacional, as Assembléias Estatuais e Câmaras Municipais e, suspender direitos políticos de qualquer cidadão por 10 anos.
II. Foi decretado por Castelo Branco.
III. Permita que o Presidente pudesse demitir ou aposentar sumariamente funcionários públicos e juizes de tribunais.
IV. Suspendia a garantia do "Habeas-Corpus".
Estão corretas as afirmativas:
A - Apenas I e II.
B - Apenas III e IV.
C - Apenas II e III.
D - Apenas I, III e IV.
E - Apenas II, III e IV.

Questão 66: (UFG/GO) - Universidade Federal de Goiás -
Leia o trecho a seguir: Nada contei do exílio em si, dos anos em que fui um fantasma, uma ilusão do que quisera ser. Sim, porque no exílio sonhamos mais do que vivemos [...] Por mais diversa que fosse, a vida de todos era idêntica no exílio, sempre dominada pelo sonho. Nossa ilusão fundava-se num paradoxo: tínhamos deixado a alma no Brasil, mas lá não podíamos pôr os pés. A obsessão da volta dominou os primeiros anos de exilado. Como toda obsessão, era enfermiça e estava prenhe de horror: eu queria voltar, não para voltar,mas para a vingança, "para torturar meus torturadores", como me dizia em voz alta, alimentando com sons aquele patalógico retorno impossível. (TAVARES, Flávio. Memórias do esquecimento. Rio de Janeiro. Globo, 1999. p. 242-243.) Os trechos acima foram escritos por Flávio Tavares num livro de memórias que permite conhecer um pouco da recente história brasileira. Sobre o período do regime militar (1964-1985),pode-se afirmar que:
A - no ano de 1969, foram editados os Atos Institucionais no 13 e14. O primeiro legalizou o exílio (banimento do território brasileiro) para aqueles que eram considerados perigosos à segurança nacional. O segundo previu a pena de morte, oficialmente nunca praticada, para os casos de guerra externa, psicológica adversa, ou revolucionária ou subversiva.
B - a frase "Brasil: ame-o ou deixe-o" e a marchinha "Pra Frente Brasil" tornaram-se emblemas da esquerda nacionalista da década de 70 que, em apoio aos militares, empenhou-se para a efetivação de reformas políticas e econômicas preconizadas pelo regime autoritário.
C - o Presidente Emílio G. Médici (1969-1974) governou em dupla frente: de um lado, utilizou forte repressão contra os grupos armados urbanos e, de outro, apropriou-se da propaganda para edificar a imagem de um Brasil vitorioso.
D - depois da ampla mobilização social para a Campanha das "Diretas Já", aprovou-se a "Emenda Dante de Oliveira", que permitiu aos cidadãos brasileiros o comparecimento às urnas para a eleição direta do futuro Presidente da República, Tancredo Neves.

Questão 67: (UERJ) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro –
(Nosso Século. São Paulo: Abril Cultural, 1980.) A charge de Ziraldo relaciona o autoritarismo ao nacionalismo característico dos governos militares brasileiros, porque faz a seguinte denúncia:
A - a palavra de ordem seguia uma diretriz de patriotismo obrigatório;
B - o nacionalismo militarista supunha a negação da exploração capitalista;
C - o abandono do país significava a manutenção de fé no futuro da nação;
D - o autoritarismo tinha um respaldo inegável dos diversos segmentos sociais.

Questão 68: (UFC) - Universidade Federal do Ceará -
Leia a seguir o trecho de uma canção de Chico Buarque, lançada e proibida em 1970:
"Hoje você é quem manda
Falou tá falado
Não tem discussão
A minha gente hoje anda
Falando de lado
E olhando pro chão, viu
Você que inventou esse estado
Que inventou de inventar toda escuridão
Você que inventou o pecado
Esqueceu-se de inventar o perdão."
Identifique nas alternativas abaixo a que corresponde ao contexto da história do Brasil que a canção criticava.
A - O governo de Getúlio Vargas, caracterizado pela centralização e personalização do poder e pela suspensão dos direitos constitucionais;
B - O governo de Médici, que intensificou a repressão aos opositores, tornou a censura ainda mais rígida e manteve o Ato Institucional n.º 5, que lhe dava poderes para fechar o Congresso;
C - O governo de Médici, que, a partir das críticas feitas pela sociedade, foi se encaminhando em direção à abertura democrática;
D - O governo de Castelo Branco e o Ato Inconstitucional número 3, que extinguiu os partidos, acabou com as eleições e reprimiu os movimentos de trabalhadores do campo e da cidade;
E - A Junta Militar, que, para resistir aos ataques dos grupos de extrema esquerda, teve de aumentar o controle sobre os meios de comunicação.

Questão 69: (UERJ) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro -
A estratégia do "milagre econômico", no Brasil do início da década de 1970, buscava conter os ânimos da oposição, através da diminuição do desemprego e da exaltação patriótica. Essa estratégia motivou, dentre outras, a seguinte política:
A - ação no setor de serviços, com a diminuição de impostos e o aumento na oferta de bens duráveis;
B - ocupação da Amazônia, com a construção da rodovia Transamazônica e a propaganda da integração nacional;
C - valorização das atividades administrativas, com a adoção dos concursos públicos e o estímulo à organização sindical;
D - criação de incentivos socais para a agricultura, com a absorção do homem do campo e o desenvolvimento de novas atividades primárias.

Questão 70: (UERJ) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro -
CANÇÃO DO EXÍLIO
Minha terra tem palmeiras,
Onde canta o Sabiá;
As aves, que aqui gorjeiam,
Não gorjeiam como lá.

Nosso céu tem mais estrelas,
Nossas várzeas têm mais ores,
Nossos bosques têm mais vida,
Nossa vida mais amores. (...)
(Gonçalves Dias, 1847)

MARGINÁLIA 2
(...)
Minha terra tem palmeiras
Onde sopra o vento forte
Da fome, do medo e muito
Principalmente da morte

(...)
Aqui é o fim do mundo
Aqui é o fim do mundo
Aqui é o fim do mundo
(Torquato Neto e Gilberto Gil, 1967)

Aqui temos duas maneiras distintas de imaginar "minha terra" – Brasil. Cada uma dessas imagens expressa características da sociedade brasileira associadas aos respectivos contextos históricos.
Essas características são, respectivamente:
A - a idéia da nação como resultado da preservação ambiental – a ideologia pessimista decorrente da globalização;
B - o elogio da natureza como elemento de construção da nação brasileira – a instabilidade social decorrente do subdesenvolvimento;
C - o exílio político dos intelectuais como negação da nação – as desvantagens ecológicas da nação decorrentes de suas condições naturais;
D - a imaturidade dos intelectuais como resultado da dominação monárquica – a miséria e a fome decorrentes do extrativismo econômico.

Questão 71: (UERJ) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro -
Observe os trechos iniciais das seguintes canções:
A BANDA
Estava à toa na vida
O meu amor me chamou
Pra ver a banda passar
Cantando coisas de amor
A minha gente sofrida
Despediu-se da dor
Pra ver a banda passar
Cantando coisas de amor
(Chico Buarque)

DISPARADA
Prepare o seu coração
Pras coisas que eu vou contar
Eu venho lá do sertão
E posso não lhe agradar
Aprendi a dizer não
Ver a morte sem chorar
E a morte, o destino, tudo
Estava fora de lugar
Eu vivo pra consertar
(Geraldo Vandré – Theo de Barros)
Estas duas canções, de grande apelo popular, ficaram empatadas em 1o. lugar, no Festival de MPB da Record, em 1966.
Diferente do que ocorre com "A Banda", em "Disparada" os autores assumem, de forma explícita, uma crítica social que expressa:

A - a aliança política entre as elites regionais;
B - a fuga dos problemas sociais pelo povo trabalhador;
C - o saudosismo das oligarquias rurais afastadas do poder;
D - o inconformismo dos marginalizados diante da desigualdade social.

Questão 72: (UFF/RJ) - Universidade Federal Fluminense -
A mobilidade espacial da população brasileira no decorrer do século XX teve por cerne um crescente êxodo rural entre 1940 e 1970. Assim, a migração rural-urbana no país teria passado de 3 milhões de pessoas, na década de 30, para um total de 7 milhões, na década de 50, atingindo, nos anos 60, cerca de 12,8 milhões de migrantes, transformados em 15,6 milhões, na década seguinte. Esses totais ascendentes, no entanto, só ganham sentido mais claro se analisados à luz de conjunturas históricas específicas atravessadas pelo país nos últimos 70 anos.
Adaptado de BERQUÓ, Elza. Evolução demográfica. In: Ignacy Sachs e outros (orgs.) Brasil: um século de transformações. São Paulo: Companhia das Letras, 2001.
Identifique a opção que destaca um período particular dessa migração campo-cidade e indica fatores que a determinaram:
A - O grande salto de êxodo rural brasileiro, verificado na década de 60, decorreu de dois processos simultâneos: a chamada modernização da agricultura, que expulsou trabalhadores dos campos, e a diversificação do parque industrial do país, que gerou novos empregos nas cidades.
B - O novo padrão de desenvolvimento econômico vigente no país após 1956 estimulou as migrações internas por fomentar, através da construção de ferrovias, intensos fluxos populacionais no sentido rural-rural.
C - As migrações campo-cidade nos anos 1930-40 deveram-se à procura, no meio urbano, dos direitos trabalhistas implantados no país pela CLT, em 1931.
D - A década de 70 consolidou as migrações para as metrópoles brasileiras, uma vez que o "milagre econômico", então ocorrido, por basear-se na menor exploração do trabalhador urbano-industrial, exerceu grande poder de atração sobre o homem do campo.
E - Nos anos 80, devido à crise do "milagre econômico", observou-se o fim das migrações campo-cidade, uma vez que o emprego urbano deixou de ser atraente para os camponeses do país.

Questão 73: (UFJF/MG) - Universidade Federal de Juiz de Fora -
Sobre a transição do regime militar para a ordem democrática no Brasil, ao longo das décadas de 70 e 80 do século XX, marque a alternativa correta:
A - O governo Ernesto Geisel inicia, em 1974, o processo de distensão, cujo objetivo era a imediata transferência do poder dos militares aos civis, dificultada pela resistência de todos os militares.
B - O advento do novo movimento sindical no ABC paulista, ao final dos anos 70, resultou no reforço da ordem autoritária, com o fechamento do Congresso no governo Figueiredo.
C - Tancredo Neves tornou-se o primeiro presidente civil brasileiro após 1964, por força da vitória do movimento das Diretas Já, que, em 1984, restaurou as eleições diretas para todos os cargos eletivos no Brasil.
D - A Constituição de 1988 instaurou uma nova ordem institucional, encerrando o ciclo autoritário e ampliou, de forma expressiva, os direitos civis, políticos e sociais garantidos formalmente aos cidadãos brasileiros.
E - Eleito presidente da República, José Sarney notabilizou-se pelo Plano Cruzado, que conduziu ao confisco da poupança dos brasileiros como forma de debelar a inflação.

Questão 74: (UFG/GO) - Universidade Federal de Goiás -
A fascinação do modelo estrangeiro [...]entra em algum grau na formação de qualquer sociedade mas, para ser útil e progressiva, não deve substituir inteiramente o modelo próprio e ancestral. (BARRETO, Lima. O nosso ianquismo. In: TOTA. Antônio Pedro.O imperialismo sedutor. A americanização na época da Segunda Guerra.São Paulo: Cia das Letras, 2000. p. 9.) Discutir a presença de modelos estrangeiros na cultura brasileira é um tema recorrente, principalmente quando nos referimos aos americanos. Acerca da presença norte-americana no Brasil nos campos da cultura e da economia, julgue os itens:
A - No período foi forte a influência econômica e cultural norte-americana, constatada no Manifesto Republicano de 1870, que visou aproximar as economias do Brasil e dos EUA.
B - Durante a Segunda Guerra Mundial, os americanos fizeram-se mais presentes no Brasil, com a criação de uma base militar em Natal. A aliança política entre Brasil e EUA assegurou os recursos necessários à criação da Usina de Volta Redonda.
C - Nas décadas de 50 e 60, constituiu-se um sentimento de hostilidade aos americanos. O presidente Jânio Quadros rompeu as relações diplomáticas com os Estados Unidos, o que fez com que o Brasil sofresse um embargo econômico.
D - A presença americana foi registrada na música popular brasileira nas décadas de 50 e 60: uns defenderam a música genuinamente nacional (o samba), enquanto outros incorporaram a linguagem do rock à MPB, como no tropicalismo.

Questão 75: (UNICAP/PE) - Universidade Católica de Pernambuco -
Dentro do projeto de abertura política desenvolvido no governo João Figueiredo, destacam-se:
A - a elaboração da Constituição de 1967;
B - a edição do Ato Institucional de número 5;
C - a liberalização da censura, anistia a diversos condenados políticos;
D - a construção da Transamazônica;
E - a volta das eleições diretas para governadores de Estado.

Questão 76: (UFPE) - Universidade Federal de Pernambuco -
Assinale abaixo a alternativa que apresenta as ações desenvolvidas pelo governo brasileiro, durante o período do "milagre econômico" (1969-1973):
A - Grande plano rodoviário, abertura ao capital estrangeiro, taxa média anual de crescimento do PIB de 8,0% e tolerância aos partidos políticos de oposição.
B - Combate à agitação social e à formação de grupos políticos radicais, retração do capital estrangeiro e taxa média anual de crescimento do PIB de 4,5%.
C - Início da política de distensão e abertura, combate à crise política e social, agravada pelas greves, e taxa média anual de crescimento do PIB de 11%.
D - Extinção dos partidos políticos, criação da Arena e do MDB e taxa média anual de crescimento do PIB de 8%.
E - Abertura ao capital estrangeiro, endividamento externo, repressão política e taxa média anual de crescimento do PIB de 11,1%.

Questão 77: (UNICAP/PE) - Universidade Católica de Pernambuco -
No período áureo da ditadura militar, entre 1968 e 1973, a economia brasileira cresceu 11% ao ano. O "milagre" foi resultante de vários fatores:
A - Arrocho de salários, permitindo maior poupança aos capitalistas para investir.
B - Situação internacional vantajosa, preços altos na venda de produtos brasileiros e baixos na compra de produtos estrangeiros, como petróleo.
C - Grandes investimentos estatais e taxas de juros internacionais baixas.
D - Grande endividamento externo, público e particular.
E - Não participação das multinacionais na economia brasileira.

Questão 78: (UPE) - Universidade de Pernambuco -
O processo de distensão do regime militar foi resultante, entre outros fatores, das pressões da sociedade. A Anistia Política foi sancionada, mas setores descontentes com a liberalização do regime realizaram diversas ações terroristas durante o governo Figueiredo. Assinale a(s) alternativa(s) correta(s) sobre esse processo de distensão do regime militar:
A - a volta ao regime democrático foi uma conquista exclusiva do movimento operário e da Igreja Católica, que, através da Teologia da Libertação, ajudou a fundar o Movimento dos Sem-terra;
B - entre os atos terroristas praticados por grupos contrários à distensão política, o que maior abalo produziu foi o episódio do Riocentro, que resultou na morte de um dos terroristas;
C - a pressão da sociedade civil e da classe política, insatisfeitas com o agravamento da crise social, contribuiu para o fim do regime militar. Os atos terroristas geraram mais protestos e reivindicações pela volta à normalidade democrática;
D - os atos terroristas de setores do governo e de grupos paramilitares de direita, entre o final da década de 70 e o início da década de 80, foram uma demonstração de que a sociedade estava insatisfeita com a volta dos civis ao poder;
E - os grandes arquitetos da abertura política foram o general João Figueiredo e o ministro-chefe do Gabinete Civil da presidência, Golbery do Couto e Silva. Um grande aliado dos militares nessa passagem à democracia foi a Igreja Católica.

Questão 79: (UFMT) - Universidade Federal de Mato Grosso -
Em 1964, militares depuseram o presidente João Goulart, instaurado no país um novo ordenamento político, com uma ditadura que só foi extinta em 1984, com a eleição indireta de Tancredo Neves. Sobre o período da ditadura militar no Brasil, assinale a(s) alternativa(s) correta(s):

A - As principais justificativas do movimento militar de 1964 foram a corrupção e o comunismo que, segundo os líderes, ameaçavam as instituições e a ordem nacional.
B - Os partidos e os movimentos políticos de esquerda, na oposição ao regime, adotaram a luta armada como estratégia única para a derrubada da ditadura.
C - O governo do Presidente Ernesto Geisel foi o mais intransigente do período, uma vez que a repressão se mostrou de forma mais radical, tendo o Congresso Nacional, por exemplo, permanecido fechado durante esse governo.
D - Dentre os Atos Institucionais decretados, o que maior repercussão teve foi o Ato Institucional número 5 (AI 5), que revigorou a ditadura e, entre outras arbitrariedades, suspendeu a garantia de habeas corpus aos acusados de crimes políticos.

Questão 80: (UFRGS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul -
Na história da República brasileira, as expressões "pragmatismo responsável" e "distensão lenta, gradual e segura" estão diretamente relacionados com:
A - a formação de partidos políticos durante a emergência do populismo;
B - a estruturação e consolidação do aparelho burocrático do Estado Novo;
C - o pluripartidarismo vigente na Nova República;
D - o progresso de abertura do regime militar;
E - o processo de fechamento das instituições representativas no Estado Novo.

Questão 81: (PUC-SP) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo -
Após duas décadas de governos militares e da intensa campanha popular pelas diretas em 1984, as eleições presidenciais de 1985 foram:
A - diretas, vencidas por José Sarney, candidato do PDS (Partido Democrático Social), que apoiava o regime militar;
B - diretas, vencidas pelos partidos de esquerda que nasceram após a anistia política de 1979: PT (Partido dos Trabalhadores) e PDT (Partido Democrático Trabalhista);
C - indiretas, vencidas pelo general João Figueiredo, da ARENA (Aliança Renovadora Nacional), que se tornou o último presidente militar do Brasil;
D - indiretas, vencidas pela Aliança Democrática, que reunia o PMDB (Partido do Movimento Democrático Brasileiro); de oposição, e setores dissidentes do PDS;
E - diretas, vencidas pelo PFL (Partido da Frente Liberal), que apoiava o regime militar e que, após a redemocratização, passou para a oposição.

Questão 82: (UFRGS) - Universidade Federal do Rio Grande do Sul -
Saco de Feijão
"Meu deus, mas para que tanto dinheiro Dinheiro só pra gastar
Que saudade tenho do tempo de outrora
Que vida eu levo agora
Já me sinto esgotado e cansado de penar
Sem haver uma solução
De que me serve um saco cheio de dinheiro
Pra comprar um quilo de feijão
No tempo do mil-réis e do vintém
Se vivia muito bem
Sem haver reclamação
Eu ia no armazém do seu Manoel
Com um tostão, trazia um saco de feijão
Depois que inventaram o tal cruzeiro
Eu trago um embrulhinho na mão
E deixo um saco de dinheiro..

Levando em conta os dados apresentados e o contexto da composição, é possível afirmar que:
A - o processo inflacionário teve início no governo de Emílio Garrastazu Médici, devido à Guerra da Coréia;
B - o aumento dos preços se deveu às medidas econômico-financeiras tomadas no governo João Batista Figueiredo;
C - o aumento dos preços esteve relacionado com o processo inflacionário ocorrido após o "milagre econômico" brasileiro;
D - a produção agrícola foi prejudicada porque não recebeu incentivos durante o governo de Ernesto Geisel;
E - a produção e a comercialização das mercadorias de consumo popular estavam sob o controle direto da SUNAB.

Questão 83: (UFPeL/RS) - Fundação Universidade Federal de Pelotas -
Charge de Vago publicada no Correio da Manhã, em 1968. A charge expressa a conjuntura política na qual:
A - foi imposto o Ato Institucional n. 5, no Brasil, e a fala é uma ironia, recurso lingüístico utilizado para burlar a censura. Naquele momento, também ocorreram massivas contestações políticas na França e nos EUA;
B - ocorreu a Campanha da Legalidade, para que João Goulart assumisse a presidência da República; e a ironia da fala remete ao fato de que, nesse período, todos os avisos eram dados à população através de metáforas;
C - foi instituído o parlamentarismo, que teve Tancredo Neves como primeiro ministro; e a referência aos estudantes na fala é irônica, visto que o "diálogo" significava espancamento e prisões dos estudantes;
D - ocorreu o processo de abertura política após a explosão na festa no Rio-Centro, o que faz a ironia da palavra diálogo, utilizada na notícia, apropriada, considerando a situação vivida no período;
E - o autoritarismo militar vigorou após o golpe que depôs João Goulart, sendo que, nesse período, os setores artísticos e culturais . que se opunham ao governo . manifestavam-se, de forma uníssona, através de discursos irônicos.

Questão 84: (PUC-RIO) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro -
São exemplos de práticas centralizadoras e intervencionistas do Estado brasileiro ao longo do século XX:
I. A criação de associações e sindicatos de trabalhadores urbanos, no início do século.
II. A atuação do Departamento de Imprensa e Propaganda na regulamentação dos meios de comunicação, durante o Estado Novo.
III. O crescimento da indústria do entretenimento, nos anos cinqüenta, através da expansão do rádio, da criação da televisão e da popularização do cinema.
IV. A política econômica de concessão de subsídios às exportações agrícolas como estratégia de sustentação do "Milagre Brasileiro", no início dos anos 70.
Está(ão) correta(s):
A - apenas a afirmativa I
B - as afirmativas I e III
C - as afirmativas II e IV
D - as afirmativas II, III e IV
E - todas as afirmativas

Questão 85: (UERJ) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro -
Observe a charge de Ricardo Goulart, referente à política econômica empreendida no período dos governos militares no Brasil (1964/1985).
(BOCAYUVA. P. C. C.; VEIGA, S. M. (Orgs.). Afinal, que país é este? Rio de Janeiro: DP&A. 1999.) A mensagem da charge está fundamentada na seguinte crítica à política econômica do período citado:
A - a política financeira não estimulou a desejada acumulação de capitais;
B - a ação do Estado não promoveu crescimento acelerado da economia;
C - o déficit da balança comercial não permitiu melhor repartição da riqueza;
D - o crescimento econômico não garantiu uma distribuição de renda mais justa.

Questão 86: (UFF/RJ) - Universidade Federal Fluminense -
A economia brasileira, em fins da década de 60, apresentou um novo direcionamento analisado de modo ambíguo pelos especialistas: tanto corresponderia a uma política distributivista quanto a uma política econômica altamente concentracionista da riqueza e da renda do país. Apesar dessa ambigüidade, não se pode negar que, nesse período:
A - o aspecto concentracionista da economia foi determinado pela violência da perseguição política movida pelo regime militar aos setores médios urbanos;
B - o novo direcionamento econômico elevou o nível médio salarial da classe operária no Brasil;
C - o cunho distributivista da economia brasileira, para os que o defendem, teve sua origem no caráter altamente democrático de participação no mercado financeiro;
D - a característica distributivista deveu-se ao aumento da renda dos trabalhadores do setor primário da economia;
E - a economia concentracionista deveu-se à política de arrocho salarial seletiva, praticada pelos governos militares.

Questão 87: (UERJ) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro -
I. "Apesar de você
Amanhã há de ser
Outro dia
Ainda pago pra ver
O jardim florescer
Qual você não queria
Você vai amargar
Vendo o dia raiar
Sem lhe pedir licença
E eu vou morrer de rir
Que esse dia há de vir
Antes do que você pensa"
(Apesar de você - 1970)
II. "Vai meu irmão
Pega esse avião
Você tem razão
De correr assim
Desse frio, mas veja
O meu Rio de Janeiro
(...)
Pede perdão
Pela duração dessa temporada
Mas não diga nada
Que me viu chorando
E pros da pesada
Diz que eu vou levando"
(Samba de Orly - 1970)
III. "Ninguém
Ninguém vai me segurar
Ninguém há de me fechar
As portas do coração
(...)
Ninguém
Ninguém vai me acorrentar
Enquanto eu puder cantar
Enquanto eu puder sorrir
Enquanto eu puder cantar
Alguém vai me ouvir"
(Cordão - 1971)
IV. "Pai, afasta de mim esse cálice
De vinho tinto de sangue
Como beber essa bebida
[amarga
Tragar a dor, engolir a labuta
Mesmo calada a boca, resta o
[peito
Silêncio na cidade não se
[escuta"
(Cálice - 1973)
V. "Cadê o meu?
Cadê o meu, ó meu?
Dizem que você se defendeu
É o milagre brasileiro
Quanto mais trabalho, menos
[vejo dinheiro
É o verdadeiro boom
Tu tá no bem bom
Mas eu vivo sem nenhum"
(Milagre brasileiro - 1975)
VI. "Meu caro amigo eu bem queria
[lhe escrever
Mas o correio andou arisco
Se permitem, vou tentar lhe
[remeter
Notícias frescas nesse disco
Aqui na terra tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro
[e rock’n’ roll
Uns dias chove, noutros dias bate
[sol
Mas eu só quero lhe dizer que a
[coisa aqui tá preta"
(Meu caro amigo - 1976)
Na canção Meu caro amigo, o compositor faz uma ironia que poderia ser motivada não somente pelo desencanto com o regime militar, mas também pela situação econômica do país.
Essa situação econômica desfavorável é manifestada pelo:
A - avanço das empresas estatais desencadeando a formação dos sindicatos;
B - crescimento econômico mantendo parte da população à margem do mercado consumidor;
C - arrocho salarial desestimulando o crescimento dos setores mais dinâmicos da economia;
D - esgotamento do milagre econômico, provocando a adoção de medidas contra o desemprego.

Questão 88: (UERJ) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro -
I. "Apesar de você
Amanhã há de ser
Outro dia
Ainda pago pra ver
O jardim florescer
Qual você não queria
Você vai amargar
Vendo o dia raiar
Sem lhe pedir licença
E eu vou morrer de rir
Que esse dia há de vir
Antes do que você pensa"
(Apesar de você - 1970)
II. "Vai meu irmão
Pega esse avião
Você tem razão
De correr assim
Desse frio, mas veja
O meu Rio de Janeiro
(...)
Pede perdão
Pela duração dessa temporada
Mas não diga nada
Que me viu chorando
E pros da pesada
Diz que eu vou levando"
(Samba de Orly - 1970)
III. "Ninguém
Ninguém vai me segurar
Ninguém há de me fechar
As portas do coração
(...)
Ninguém
Ninguém vai me acorrentar
Enquanto eu puder cantar
Enquanto eu puder sorrir
Enquanto eu puder cantar
Alguém vai me ouvir"
(Cordão - 1971)
IV. "Pai, afasta de mim esse cálice
De vinho tinto de sangue
Como beber essa bebida
[amarga
Tragar a dor, engolir a labuta
Mesmo calada a boca, resta o
[peito
Silêncio na cidade não se
[escuta"
(Cálice - 1973)
V. "Cadê o meu?
Cadê o meu, ó meu?
Dizem que você se defendeu
É o milagre brasileiro
Quanto mais trabalho, menos
[vejo dinheiro
É o verdadeiro boom
Tu tá no bem bom
Mas eu vivo sem nenhum"
(Milagre brasileiro - 1975)
VI. "Meu caro amigo eu bem queria
[lhe escrever
Mas o correio andou arisco
Se permitem, vou tentar lhe
[remeter
Notícias frescas nesse disco
Aqui na terra tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro
[e rock’n’ roll
Uns dias chove, noutros dias bate
[sol
Mas eu só quero lhe dizer que a
[coisa aqui tá preta"
(Meu caro amigo - 1976)
Sobre o chamado Milagre Brasileiro (1967-1973), uma característica salientada pelo compositor no trecho V é a ausência de uma ampla política de:
A - redução da inflação;
B - fomento às exportações;
C - distribuição da riqueza;
D - liberalização crescente de crédito.

Questão 89: (UERJ) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro -
I. "Apesar de você
Amanhã há de ser
Outro dia
Ainda pago pra ver
O jardim florescer
Qual você não queria
Você vai amargar
Vendo o dia raiar
Sem lhe pedir licença
E eu vou morrer de rir
Que esse dia há de vir
Antes do que você pensa"
(Apesar de você - 1970)
II. "Vai meu irmão
Pega esse avião
Você tem razão
De correr assim
Desse frio, mas veja
O meu Rio de Janeiro
(...)
Pede perdão
Pela duração dessa temporada
Mas não diga nada
Que me viu chorando
E pros da pesada
Diz que eu vou levando"
(Samba de Orly - 1970)
III. "Ninguém
Ninguém vai me segurar
Ninguém há de me fechar
As portas do coração
(...)
Ninguém
Ninguém vai me acorrentar
Enquanto eu puder cantar
Enquanto eu puder sorrir
Enquanto eu puder cantar
Alguém vai me ouvir"
(Cordão - 1971)
IV. "Pai, afasta de mim esse cálice
De vinho tinto de sangue
Como beber essa bebida
[amarga
Tragar a dor, engolir a labuta
Mesmo calada a boca, resta o
[peito
Silêncio na cidade não se
[escuta"
(Cálice - 1973)
V. "Cadê o meu?
Cadê o meu, ó meu?
Dizem que você se defendeu
É o milagre brasileiro
Quanto mais trabalho, menos
[vejo dinheiro
É o verdadeiro boom
Tu tá no bem bom
Mas eu vivo sem nenhum"
(Milagre brasileiro - 1975)
VI. "Meu caro amigo eu bem queria
[lhe escrever
Mas o correio andou arisco
Se permitem, vou tentar lhe
[remeter
Notícias frescas nesse disco
Aqui na terra tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro
[e rock’n’ roll
Uns dias chove, noutros dias bate
[sol
Mas eu só quero lhe dizer que a
[coisa aqui tá preta"
(Meu caro amigo - 1976)
Os trechos que melhor explicitam uma voz de determinação de luta contra a ditadura militar no Brasil e uma motivação para esta luta são, respectivamente, os de número:
A - II e V
B - III e I
C - V e II
D - VI e IV

Questão 90: (UERJ) - Universidade do Estado do Rio de Janeiro -
I. "Apesar de você
Amanhã há de ser
Outro dia
Ainda pago pra ver
O jardim florescer
Qual você não queria
Você vai amargar
Vendo o dia raiar
Sem lhe pedir licença
E eu vou morrer de rir
Que esse dia há de vir
Antes do que você pensa"
(Apesar de você - 1970)
II. "Vai meu irmão
Pega esse avião
Você tem razão
De correr assim
Desse frio, mas veja
O meu Rio de Janeiro
(...)
Pede perdão
Pela duração dessa temporada
Mas não diga nada
Que me viu chorando
E pros da pesada
Diz que eu vou levando"
(Samba de Orly - 1970)
III. "Ninguém
Ninguém vai me segurar
Ninguém há de me fechar
As portas do coração
(...)
Ninguém
Ninguém vai me acorrentar
Enquanto eu puder cantar
Enquanto eu puder sorrir
Enquanto eu puder cantar
Alguém vai me ouvir"
(Cordão - 1971)
IV. "Pai, afasta de mim esse cálice
De vinho tinto de sangue
Como beber essa bebida
[amarga
Tragar a dor, engolir a labuta
Mesmo calada a boca, resta o
[peito
Silêncio na cidade não se
[escuta"
(Cálice - 1973)
V. "Cadê o meu?
Cadê o meu, ó meu?
Dizem que você se defendeu
É o milagre brasileiro
Quanto mais trabalho, menos
[vejo dinheiro
É o verdadeiro boom
Tu tá no bem bom
Mas eu vivo sem nenhum"
(Milagre brasileiro - 1975)
VI. "Meu caro amigo eu bem queria
[lhe escrever
Mas o correio andou arisco
Se permitem, vou tentar lhe
[remeter
Notícias frescas nesse disco
Aqui na terra tão jogando futebol
Tem muito samba, muito choro
[e rock’n’ roll
Uns dias chove, noutros dias bate
[sol
Mas eu só quero lhe dizer que a
[coisa aqui tá preta"
(Meu caro amigo - 1976) O crescente antagonismo entre o regime e parcelas expressivas de estudantes, intelectuais e trabalhadores descontentes gerou medidas governamentais enérgicas e autoritárias. A mais significativa dessas medidas, empreendida pelo governo Costa e Silva, e a canção com a crítica mais direta ao silêncio que foi imposto naquele momento, estão indicadas em:
A - edição do Ato Institucional nº. 5 – Cálice;
B - formação da Junta Militar – Meu caro amigo;
C - criação do Ministério da Economia – Milagre brasileiro;
D - decretação do Ato Institucional nº. 2 – Apesar de você.

Questão 91: (FUVEST/SP) - Fundação Universitária para o Vestibular -
A partir dos anos setenta do século XX, muitos ativistas políticos sobretudo jovens, abandonaram os partidos tradicionais de esquerda e se engajaram em movimentos:
A - partidários, que defendem a construção de estados étnicos autônomos;
B - sociais, que lutam pelos interesses das classes médias e da globalização;
C - feministas, visando à obtenção do direito ao voto, sem distinção de sexo;
D - internacionalistas, que retornam a antiga bandeira socialista de união de todos os explorados;
E - de mobilização mais especializada, notadamente os de defesa do meio ambiente.

Questão 92: (CESGRANRIO/RJ) - Fundação CESGRANRIO -
O perfil da política de desenvolvimento adotada no Brasil desde a década de 30 pode ser corretamente exemplificado pelo caso da:
A - Petrobras, detentora do monopólio de prospeção e refino do petróleo;
B - Companhia Siderúrgica Nacional, empresa pioneira do setor e "holding" do sistema siderúrgico;
C - Companhia Vale do Rio Doce, concessionária do monopólio de exportação e comercialização do minério de ferro;
D - Eletrobras, empresa operadora da produção e distribuição da energia de geração hídrica;
E - Telebras, agência reguladora das atividades de comunicação, cuja exploração sempre foi aberta ao capital privado e estrangeiro.

Questão 93: (UNIRIO/RJ) - Universidade Federal do Estado do Rio de Janeiro -
Sei que ainda vou voltar
Para o meu lugar
Foi lá
E é ainda lá
Que eu hei de ouvir cantar
Uma sabiá
(Sabiá, de A. C. Jobim e Chico Buarque)
Vem, vamos embora
Que esperar não é saber
Quem sabe faz a hora
Não espera acontecer
(Pra não dizer que não falei de flores ou Caminhando, de Geraldo Vandré) Estávamos em 1968 e os ânimos acirrados. A disputa entre as duas composições era mais que o resultado do festival nacional de canção popular. A ditadura militar pouco depois introduziu o AI-5 ao texto da Constituição. Entre as medidas drásticas adotadas pelo AI-5, podemos citar a(o):
A - dissolução do CGT (Comando Geral dos Trabalhadores), das Ligas Camponesas e da UNE (União Nacional dos Estudantes).
B - Lei de Imprensa, a Lei de Segurança Nacional e a dissolução dos Partidos Políticos.
C - eleição do presidente da República pelo Congresso e a criação do CCC (Comando de Caça aos Comunistas).
D - criação de dois poderes paralelos: um civil (Congresso) e um militar, composto pelas forças armadas.
E - fim das imunidades parlamentares e a instituição da prisão perpétua e da pena de morte.

Questão 94: (UFMG) - Universidade Federal de Minas Gerais -
No dia 25 de abril de 1984, uma decisão política marcaria, de maneira decisiva, os rumos da história do Brasil contemporâneo. Nesse dia, a Câmara dos Deputados derrotou a emenda constitucional que restabeleceria as eleições diretas no País. Considerando-se os desdobramentos políticos da derrota dessa emenda, é correto afirmar que esse acontecimento:
A - favoreceu a vitória dos militares no Colégio Eleitoral, com a eleição do General João Batista Figueiredo, então candidato do grupo do General Ernesto Geisel;
B - fortaleceu parte da oposição, reunida em torno de Tancredo Neves, candidato da Aliança Democrática, formada pelo PMDB e pelos dissidentes do PDS;
C - impediu a candidatura de Paulo Maluf pelo PDS, que vinha sendo apoiada pelos dissidentes do PMDB, com apoio dos militares da chamada "linha dura";
D - impulsionou a campanha popular das "diretas já", levando às ruas milhares de brasileiros, que exigiam o fim imediato do regime militar e mudanças na Constituição.

Questão 95: (UNEB/BA) - Universidade do Estado da Bahia -
Associando-se a charge aos conhecimentos sobre o período dos governos militares no Brasil (1964-1985), pode-se afirmar:
A - O governo de Fidel Castro enviou tropas para o Brasil, a fim de auxiliar os movimentos guerrilheiros disseminados no país.
B - O governo brasileiro estreitou as relações comerciais com a Ilha, embora os Estados Unidos tenham rompido com o governo cubano.
C - Os Estados Unidos investiram maciçamente na produção açucareira do Brasil a fim de concorrer com Cuba e forçar a rendição de Fidel Castro.
D - A China, apoiando a Revolução Socialista liderada por Fidel Castro, tornou-se, naquele momento, o primeiro país a romper relações diplomáticas com o Brasil.

E - O Brasil, ao apoiar as decisões norte-americanas de bloqueio político-econômico ao governo de Fidel Castro, conseguiu renegociar a dívida externa com os Estados Unidos.

Questão 96: (PUC-SP) - Pontifícia Universidade Católica de São Paulo -
Leia atentamente a letra da música:
Geléia Geral

Gil e Torquato Neto
(...) um poeta desfolha a bandeira
e a manhã tropical se inicia
resplandecente candente fagueira
num calor girassol com alegria
na geléia geral brasileira
que o jornal do brasil anuncia
ê bumba-iê-iê-boi
ano que vem mês que foi
ê bumba-iê-iê-iê
ê a mesma dança meu boi (...)
(é a mesma dança na sala
no canecão na tv
e quem não dança não fala
assiste a tudo e se cala
não vê no meio da sala
as relíquias do brasil:
doce mulata malvada
um elepê do sinatra
maracujá mês de abril
santo barroco baiano
superpoder de paisano
formiplac e céu de anil
três destaques da portela
carne seca na janela
alguém que chora por mim
um carnaval de verdade
hospitaleira amizade
brutalidade jardim) (...)


Sobre o movimento cultural que teve lugar no Brasil, na década de 60, e que se manifestou sobretudo na música popular com autores como Gilberto Gil, Caetano Veloso, Tom Zé e outros, é correto afirmar que:
A - tinha orientações políticas precisas, direcionadas ao combate da ditadura militar vigente no país, o que era explícito em suas canções;
B - criticava a influência cultural estrangeira em nosso país, que envolvia cinema, literatura, televisão, rock;
C - afirmava o valor exclusivo da musicalidade intimista, não admitindo, assim, o emprego de instrumentos elétricos em suas apresentações;
D - buscava problematizar a cultura por meio da recombinação do tradicional, do erudito, do moderno, do nacional e do global, numa atitude antropofágica;
E - questionava o papel da mídia como instrumento de alienação, ausentando-se, assim, dos festivais da canção promovidos pelas emissoras de TV brasileiras.

Questão 97: (UFES) - Universidade Federal do Espírito Santo -
Em relação aos movimentos de protesto contra a Ditadura Militar no Brasil, ocorrida no período de 1964 a 1985, pode-se afirmar que:
A - o movimento estudantil, mesmo sofrendo violenta repressão do governo autoritário, se difundiu por todo o país, exigindo a punição de todos os implicados nos crimes que a CPI da corrupção vinha apurando;
B - o novo sindicalismo independente surgiu no ano de 1978 e iniciou sua ação combatendo o peleguismo e o atrelamento dos sindicatos ao Ministério do Trabalho;
C - os opositores do regime formaram organizações clandestinas, desenvolvendo atividades, que iam desde a propaganda até os seqüestros políticos, financiadas pela OTAN;
D - os surtos de greve operária, que explodiam no país, objetivavam direitos básicos como salário mínimo, férias remuneradas e a implantação da CLT;
E - as forças revolucionárias uniram-se e formaram um único grupo de revoltosos contrários ao poder das oligarquias nacionais.

Questão 98: (PUC-RIO) - Pontifícia Universidade Católica do Rio de Janeiro
A partir da análise das tabelas acima e de seus conhecimentos sobre as experiências históricas da República brasileira, avalie as afirmações abaixo.
I. O número de eleitores variou inversamente à porcentagem de analfabetos no país, uma vez que a alfabetização passou a ser critério de cidadania política.
II. O sistema político brasileiro tornou-se cada vez mais democrático à medida que houve o aumento do número de eleitores.
III. A maior urbanização, na segunda metade do século, foi um importante fator para a diminuição do analfabetismo e o aumento do número de eleitores.
IV. A queda expressiva das taxas de analfabetismo, entre 1970 e 1985, foi resultado de campanhas de alfabetização de adultos, com destaque para o MOBRAL.
Assinale:
A - se apenas a afirmativa I estiver correta;
B - se apenas as afirmativas I e III estiverem corretas;
C - se apenas as afirmativas II e IV estiverem corretas;
D - se apenas as afirmativas II, III e IV estiverem corretas;
E - se todas as afirmativas estiverem corretas.

GABARITO: questão 1: B - questão 2: B - questão 3: E - questão 4: D - questão 5: A - questão 6: C - questão 7: A - questão 8: A - questão 9: 35 - questão 10: E - questão 11: C - questão 12: A - questão 13: B - questão 14: A - questão 15: A - questão 16: C - questão 17: D - questão 18: A - questão 19: B - questão 20: D - questão 21: C - questão 22: D - questão 23: A - questão 24: A - questão 25: E - questão 26: E - questão 27: A - questão 28: B - questão 29: C - questão 30: A - questão 31: 25 - questão 32: A - questão 33: E - questão 34: C - questão 35: A - questão 36: C - questão 37: B - questão 38: D - questão 39: E - questão 40: B - questão 41: A - questão 42: C - questão 43: 11 - questão 44: 18 - questão 45: A - questão 46: B - questão 47: 25 - questão 48: 4 - questão 49: C - questão 50: C - questão 51: B - questão 52: A - questão 53: B, D - questão 54: E - questão 55: A - questão 56: B, D, E - questão 57: C - questão 58: 27 - questão 59: E - questão 60: B - questão 61: C - questão 62: D - questão 63: C - questão 64: C - questão 65: D - questão 66: A, C - questão 67: A - questão 68: B - questão 69: B - questão 70: B - questão 71: D - questão 72: A - questão 73: D - questão 74: B, D - questão 75: C, E - questão 76: E - questão 77: A, B, C, D - questão 78: B, C - questão 79: A, D - questão 80: D - questão 81: D - questão 82: C - questão 83: A - questão 84: C - questão 85: D - questão 86: E - questão 87: B - questão 88: C - questão 89: B - questão 90: A - questão 91: E - questão 92: A - questão 93: E - questão 94: B - questão 95: E - questão 96: D - questão 97: B - questão 98: B

Nenhum comentário:

Postar um comentário

Postar um comentário